Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Suposto risco de apagão serve de pretexto para Dilma desenterrar antigo projeto de Belo Monte

Suposto risco de apagão serve de pretexto para Dilma desenterrar antigo projeto de Belo Monte.

Contrariando a decisão do Conselho Nacional de Política Energética, a presidente ameaça ampliar o número de barragens no rio Xingu.

Não bastassem as irregularidades que cercam a construção da maior e mais polêmica obra do PAC, a conta pela falta de um planejamento energético consistente pode cair mais uma vez sobre os povos do Xingu que já sofrem com os prejuízos socioambientais da obra.

Fomos pedir a opinião do Coordenador da campanha de energias renováveis do Greenpeace Brasil, Ricardo Baitelo: “O Brasil não conta apenas com um potencial enorme de energias renováveis, mas com uma indústria já desenvolvida para as fontes eólica e biomassa e uma capacidade de instalação rápida para indústrias de energia solar.

Desta forma, é possível atender ao crescimento energético do país com fontes renováveis sustentáveis em um horizonte de tempo até mais rápido do que o necessário para construir ou ampliar Belo Monte.

Um exemplo disso foram os leilões de 2013, que contrataram mais de 6 mil MW em usinas de energia eólica, biomassa, solar e PCHs, que devem ser construídas nos próximos 4 anos”.

Por um Brasil consciente, inteligente e confiável.

A noticia: http://abr.ai/LMAnjA
Enquanto isso em Altamira….. http://glo.bo/MY2OvO
Por que os argumentos da presidente não convencem? http://bit.ly/Lv
Para quem ainda não conhece nossa história com Belo Monte: http://bit.ly/1fYTErb

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros