Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Cerca de 95% dos córregos de SP estão poluídos

A escassez de chuvas tem despertado a atenção para a necessidade de se encontrar fontes alternativas de abastecimento para a Grande São Paulo. Para muitos especialistas, a solução da crise hídrica, além de aumentar a capacidade dos reservatórios, seria fundamental o tratamento das águas de rios e córregos.


São Paulo tem quase 3 mil kms de cursos d´água sendo que a maioria está canalizada, mas cerca de 95% dos córregos estão poluídos, como mostrou o SPTV nesta quarta-feira (25).

Um exemplo é o córrego São José, que fica em Cidade Ademar, na Zona Sul, e é canalizado. Os moradores da região têm sofrido com a falta d´água. “As águas estão indo embora a gente não sabe para onde. O homem desmatou tudo, acabou com tudo. Eu gostaria de saber por que [falta água mesmo se a rua fica sobre um córrego]”, lamenta o morador.

“Se você não lançar mais o esgoto e fizer com que os municípios todos façam o seu coletor tronco, mandem o esgoto para estações de tratamento. Nós com certeza teríamos uma situação muito mais tranquila nessa questão de abastecimento. Na região metropolitana tem sete delas, que podem ter o seu potencial melhorado”, afirmou a bióloga Marta Marcondes.

Em 2007, a Sabesp e a Prefeitura começaram a trabalhar juntas no programa Córrego Limpo. Mais de R$ 100 milhões foram investidos no projeto para despoluir 172 córregos. Cerca de 85% da meta foram cumpridos. No entanto, o alcance do projeto era limitado uma vez que nem todos os cursos d´água foram incluídos na iniciativa. Foram apenas 183 km, dos 3 mil km, foram incluídos no projeto.

“Vejo a crise como uma oportunidade para a gente chegar a um outro lugar, que é tratar os rios, colocá-los como lugares públicos de encontros nas cidades. Isso seria o que a cidade do futuro gostaria de ter”, disse Gabriel Kogan, que é arquiteto e urbanista.

A Prefeitura diz que o convênio com a Sabesp para o programa córrego limpo acabou em 2012, mas que a secretaria de Coordenação das Subprefeituras continua fazendo o trabalho e ainda que, no ano passado, limpou mais de 150 mil metros de cursos d´água. 

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros