Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Novembro Azul: o melhor tratamento é a prevenção

O Outubro Rosa dá vez ao Novembro Azul, prova de que a preocupação com a saúde pública não é exclusiva a um gênero ou outro.
A campanha desse mês tem como objetivo alertar e conscientizar os homens sobre o câncer de próstata, variedade que mais afeta a população masculina no Brasil e no mundo, logo após o câncer de pele e de pulmão. Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o ano de 2016 registrou 61.200 casos da doença.

A campanha teve início na Austrália, onde um grupo de jovens teve a ideia de deixar crescer os bigodes como método de apoio à saúde masculina, além de arrecadar fundos para caridade através de doações e venda de camisetas. O que começou com 80 rapazes em um pub no sul do país, logo virou uma febre nacional; com homens de toda a parte se juntando à ideia.

Em 2004, foi então criado o “Movember Foundation Charity” (sendo “movember” a junção de moustache (bigode) com november). A ideia era que homens cultivassem o bigode e mulheres usassem bigodes falsos para alertar a população sobre problemas pelos quais o homem sofre; em especial, o câncer de próstata e a depressão. Adicionalmente, diversos centros de arrecadação foram criados.

Hoje, com o movimento consolidado mundialmente e com mais de 200 milhões de dólares arrecadados, o bigode não é o bastante para alguns participantes, que já optam pelo “no shave november”, ou seja, passam o mês inteiro sem fazer a barba. No Brasil, a ideia chegou com o Instituto Lado a Lado Pela Vida em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. Adotou-se o nome Novembro Azul pela cor símbolo do projeto, embora o bigode seja usado como adereço estético para difusão.

Por mais que seja uma variedade de alta taxa de sobrevivência, com cerca de 90% dos pacientes se recuperando após o diagnóstico precoce, um dos maiores desafios é vencer o preconceito que existe com o exame de prevenção. Muitos homens sentem-se intimidados com o exame de toque, optando por contar com a sorte, e muitas vezes notando o câncer apenas quando já está em metástase.

Por sorte, hoje o diagnóstico já pode ser feito a partir de um exame de sangue, porém não substitui o toque retal, visto que a doença em seus primeiros estágios pode não aparecer nos exames laboratoriais.
O câncer de próstata evolui lentamente. Ou seja, só é percebido quando já está em estado avançado, onde o tratamento é debilitado e até mesmo impossibilitado. Um dos principais sintomas é a diminuição do jato urinário e a frequência com que o paciente sente a necessidade de urinar, pela compressão que o tumor exerce sobre a bexiga. Além disso, pode-se observar também alguma dificuldade ao usar o banheiro.


Prevenção
Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes e grãos não só auxilia na precaução contra todos os tipos de câncer, mas também eleva consideravelmente as condições de vida e saúde de um modo geral. Excessos de gordura animal e carne vermelha não são recomendados, embora o consumo moderado não apresente riscos, a menos a quem já é predisposto.

O fumo, no entanto, é o principal fator de risco: quando aliado ao consumo de bebidas alcoólicas e ao sedentarismo, então, é potencializado. Estima-se que um em cada três casos tenha a junção desses fatores como causador. Especialistas recomendam, ainda, ao menos meia hora de exercícios físicos por dia, a fim de manter o IMC adequado.

Todos os homens com mais de 50 anos devem realizar anualmente o exame de toque aliado ao sanguíneo. Aos que já possuem histórico familiar devem começar a rotina de exames mais cedo, recomendavelmente aos 45 anos, ou até mais cedo, caso seja da vontade do homem.

Tratamento
Assim que a doença for identificada, o médico poderá indicar radioterapia, quimioterapia ou tratamento hormonal como forma de combatê-la. Quando o tumor entra em metástase (ou seja, se espalha por outros lugares do corpo), o tratamento indicado é sempre hormonal.

Por fim, ficar atento aos sinais do corpo e procurar o médico com frequência é extremamente importante para diagnósticos precoces e tratamentos mais eficientes. Não deixe, portanto, que o medo ou a vergonha sejam empecilhos para o cuidado com a saúde.

Fonte: Parque da Colina de Águas Mornas

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros