Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Rio de Janeiro é uma das primeiras capitais a testar ônibus 100% elétrico

A cidade do Rio será uma das primeiras capitais, junto com São Paulo e Salvador, a testar o ônibus 100% elétrico, apresentado nesta sexta-feira (28/03), no Aterro do Flamengo. O E-Bus circula pelas ruas da cidade, desde segunda-feira (31), na linha 249, que faz o trajeto Água Santa-Carioca. O veículo fará três viagens de manhã e duas à tarde. Os testes deste novo modelo do sistema de ônibus vão durar um mês e contam com o apoio da Prefeitura do Rio e do Grupo C40 de Grandes Cidades para a Liderança Climática, que é atualmente presidido pelo prefeito Eduardo Paes.

- O Rio, mais uma vez, é pioneiro, trazendo tecnologia de ponta a nível mundial. Um ônibus totalmente elétrico para entrar em testes nas ruas da cidade. Isso espelha dois compromissos: o da prefeitura com a sustentabilidade e a busca de maior conforto, mais tecnologia e mais comodidade para o sistema de ônibus do Rio. Estamos orgulhosos por estrear no Brasil esse meio de transporte e temos certeza que será aprovado pelos passageiros – destacou o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio.

Esse modelo, da empresa chinesa BYD, é o primeiro 100% elétrico produzido em massa no mundo e o único que usa bateria de fosfato de ferro, considerada a mais limpa e segura já que são recicláveis e à prova de fogo. As baterias ficam no teto e nos eixos do veículo e serão recarregadas através de um sistema já instalado na Rodoviária A. Matias Consórcio Internorte, responsável pela linha 249. A recarga leva apenas cinco horas e permite autonomia de 250km.

- Nós já testamos ônibus híbridos, a gás, e entendemos que o grande futuro está reservado ao sistema de ônibus elétrico. Vamos testar esse veículo, verificar sua adequação, segurança e autonomia. Se, a partir disso, entendermos que ele possa ser viável comercialmente, nós pretendemos ter outros veículos, de modo a viabilizar com essas novas tecnologias, transporte sustentável, com emissão zero de poluente – disse o presidente da Fetranspor, Lélis Teixeira.

O ônibus comporta 29 passageiros sentados e 50 em pé, além do espaço reservado para cadeirantes. Seu consumo energético, segundo a empresa fabricante, é equivalente a 1,2KWh/Km, com menor custo operacional e de manutenção que um ônibus convencional. Os motores elétricos ficam embutidos nas rodas do eixo traseiro, são silenciosos e não emitem poluentes. A configuração, além de permitir recuperar energia nas frenagens, oferece piso baixo em toda a extensão da carroceria, o que facilita o acesso das pessoas portadoras de deficiência e idosos.

Quem está bastante animado com essa novidade é o motorista Cláudio Queiroz, que conduzirá o veículo. Ele foi selecionado na empresa pela boa capacidade em lidar com o público idoso e com deficientes.

- Estou adorando essa ideia de transportar os passageiros nesse ônibus, que é muito bom, sem ruído, confortável e com pouca absorção de calor. Além de tudo isso, ele não polui o meio ambiente – disse o motorista.

Fonte: EcoDebate

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros