Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

R$ 10 bilhões no lixo

Política Nacional de Resíduos Sólidos prevê redução deste número com novas regras de descarte do lixo

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) estima que, no Brasil, o desperdício com resíduos gire em torno de R$ 10 bilhões anuais. Tudo isso devido à falta de reciclagem e à destinação incorreta do lixo.

Não há dúvidas de que este número deve ser reduzido, mas como? Para que ocorram mudanças neste cenário, além de um maior entendimento da sociedade em relação à importância do reaproveitamento, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) – que deve ser implementada ainda esse ano – promete trazer grandes avanços para o país.



A meta da PNRS é acabar com os lixões e implementar aterros sanitários. A ideia é não gerar resíduos sólidos, mas reduzir, reutilizar e reciclar, tratando e dando destinação adequada. Dessa forma, pretende-se diminuir os prejuízos ao meio ambiente, aumentar a qualidade de vida e melhorar a saúde da população.

No campo da alimentação, os números também são alarmantes. De acordo com o relatório Global Food; Waste not, Want not (“Alimentos Globais; Não Desperdice, Não Sinta Falta”), são jogados no lixo de 30 a 50% da comida produzidos no mundo. Ou seja, durante todo o ano, cerca de 2 bilhões de toneladas de alimento nunca são ingeridos.

Todos os municípios que fazem parte da Agenda 21 têm em seus Planos Locais de Desenvolvimento Sustentável (PLDS) propostas referentes ao tratamento especial dos resíduos sólidos. Ações como ampliar os serviços de coleta, transporte e destinação do lixo para todos os bairros do município; captar recursos financeiros para adquirir equipamentos, realizar campanhas educativas e capacitar pessoal para a coleta seletiva podem ser conferidas no tema Saneamento de cada Agenda 21 Local.

Visite o site Agenda 21 Comperj e acompanhe a série de reportagens sobre os resíduos sólidos no Brasil.

Para saber mais sobre as propostas de cada município, clique nos links abaixo e ajude a transformar a realidade de sua cidade.

Fonte: Portal do Meio Ambiente

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros