Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Importações de carne na União Europeia ameaçam índios isolados no Paraguai


Floresta habitada por índios isolados no Paraguai está sendo destruída para dar lugar a gado destinado ao mercado europeu.

Novas imagens de satélite revelam que a empresa brasileira Yaguarete Pora tem derrubado parte da floresta no norte do Paraguai, terra ancestral dos índios Ayoreo.

Alguns dos Ayoreo são isolados e são constantemente forçados a fugir dos fazendeiros de gado que vêm tomando a maior parte de suas terras.

A Yaguarete faz parte do Pacto Global da ONU, uma iniciativa criada para incentivar as empresas a respeitar os princípios que ‘apoiam e respeitam a proteção dos direitos humanos reconhecidos internacionalmente’.

Mas o trabalho da empresa coloca as vidas dos Ayoreo isolados em extremo perigo. Índios isolados não possuem imunidade a doenças trazidas por pessoas de fora e poderiam ser dizimados se o contato ocorresse com os trabalhadores da empresa.

Em um recente relatório submetido à ONU, a Yaguarete revela que já teve início a criação de gado na terra dos índios isolados, e que parte desta carne está sendo exportada para a Europa. No entanto, o relatório não faz nenhuma menção da presença de índios isolados.

Survival International tem escrito à Comissão Europeia pedindo para investigar as suas importações de carne bovina fornecida por essa empresa.

Em uma tentativa de ‘lavagem verde’, a empresa destinou parte de sua terra como ‘reserva natural particular’. No entanto, essa terra é propriedade ancestral dos Ayoreo, e eles vêm reivindicando o seu título por mais de 20 anos.

Muitos Ayoreo que já foram forçados a deixar a floresta morreram nos últimos anos, e muitos outros estão com doenças terminais.

As florestas do Paraguai estão sendo rapidamente derrubadas para a criação de gado que abastece os mercados da Europa, da Rússia, da África e da América do Norte.

O diretor da Survival International, Stephen Corry, disse hoje, ‘A Yaguarete está flagrantemente ignorando os princípios nobres que assinou, e a ONU é aparentemente impotente para intervir. Esta não é a primeira vez que a empresa foi pega fazendo isso – quando o Paraguai vai parar de colocar a vida dos indígenas em risco?’

Nota aos editores:
- Baixe o relatório da Yaguarete para o Pacto Global da ONU (em espanhol, pdf, 7 MB)


Leia sobre esta história na página da Survival na internet:
http://www.survivalinternational.org/ultimas-noticias/9566

Fonte: EcoDebate

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros