Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

Por Que O Índice De Preço Dos Alimentos Da FAO Caiu? Artigo De José Eustáquio Diniz Alves

O índice de preço dos alimentos da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO (Food and Agriculture Organization) atingiu um máximo da série, no valor de 240,1 pontos, em fevereiro de 2011 e caiu para algo em torno de 149 pontos em janeiro e fevereiro de 2016 (considerando 100 = a média de 2002-2004). Agora em agosto de 2016 o índice subiu um pouco e chegou a 165,6 pontos em agosto de 2016. Mesmo assim, muito abaixo da média do ano de 2011.

Meta difícil: não deixar ninguém atrás

Um ano depois de aprovados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com data-limite para 2030, os países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) reiteraram seu compromisso de não deixar ninguém para trás, uma meta que parece cada vez mais idealista e pouco factível.

Importantes Zonas De Biodiversidade Permanecem Desprotegidas No Mundo, Diz PNUMA

As áreas de proteção ambiental cobrem quase 20 milhões de quilômetros quadrados, ou cerca de 15% do planeta, número que está pouco abaixo das Metas de Aichi de Biodiversidade, adotadas por mais de 190 países em 2010, que prevê 17% de cobertura em 2020.
quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Agrotóxicos, Histórico E Novidades, Parte 2/3, Artigo De Roberto Naime

BORSÓI et. al. (2014) ressalta que os agrotóxicos ganharam excesso de importância e foram negligenciadas as técnicas de aplicação empregadas (CUNHA, 2008) e o impacto dos agrotóxicos na saúde direta dos agricultores, da população ao consumir os alimentos com resíduos de agrotóxicos devido à contaminação de cereais, frutas e hortaliças e da contaminação do meio ambiente, principalmente solo, água e ar (GALT, 2008; FONTENELE et al., 2010, PEDLOWSKI et al, 2012 e PINOTTI e SANTOS, 2013).

Modelo agrícola alternativo corre o risco de ser controlado pelas multinacionais. Entrevista especial com Victor Pelaez Alvarez

A produção agrícola alternativa, que não utiliza agrotóxicos, nos próximos anos possivelmente também será controlada por um grupo de menos de cinco multinacionais que hoje dominam o mercado mundial de agrotóxicos e sementes transgênicas.

Campanha Nacional Em Defesa Do Cerrado Quer Garantir Preservação Da Água No Bioma

Um grupo de 36 organizações se uniu para defender a preservação da água no Cerrado em mobilização lançada ontem (27), em Brasília. A Campanha Nacional em Defesa do Cerrado busca conscientizar a sociedade dos problemas que a falta de água tem provocado na biodiversidade da região e na vida de comunidades indígenas e povos tradicionais.

Barragem De Jucazinho, Maior Reservatório De Água Do Agreste Pernambucano, Entra Em Colapso

O maior reservatório de água do agreste de Pernambuco entrou em colapso ontem (27). Depois de operar por dez meses com o volume morto, o nível de água na Barragem de Jucazinho, no município de Surubim, atingiu 0,01% da capacidade e, segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), não oferece mais condições de captação da água para abastecimento humano.

Plataforma calcula investimento para recuperar florestas

O Instituto Escolhas disponibilizou, nesta quarta-feira (21/9), uma plataforma digital #Quantoé? plantar floresta que ajuda estimar o valor necessário para recuperar a área de floresta nas propriedades rurais brasileiras e o retorno econômico que essa floresta poderia gerar.

Cidades mais ameaçadas pelo aumento do nível do mar, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

O aquecimento global é uma realidade inquestionável e cada vez mais ameaçadora. O ano de 2015 foi o mais quente da série histórica que começou em 1880. No ano passado, a temperatura global ficou 0,90º C acima da média do século XX. Mas tudo indica que o ano de 2016 vai bater todos os recordes, pois a temperatura nos primeiros 9 meses do ano ficou 1º C acima da média do século XX.

Campanha alerta para aumento da mortandade de botos-cinzas no Rio De Janeiro

O boto-cinza já foi tão abundante nas baías do Rio de Janeiro que se tornou símbolo da capital fluminense, mas agora corre o risco de desaparecer. Foram 170 mortes somente nos últimos três anos no estado. Na Baía de Guanabara restam apenas 34 animais da espécie e na Baía de Sepetiba, 800 botos.

Reflorestamento Fica Abaixo Da Meta Prometida Como Legado Dos Jogos 2016

A notícia de que serão plantadas mudas em Deodoro, na zona oeste do Rio de Janeiro, semeadas pelos atletas durante a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, poderia ser um legado positivo. Mas o reflorestamento previsto fica longe da meta prometida no documento oficial de compromissos para o Comitê Olímpico Internacional (COI) pelo governo do Rio, que envolvia o plantio de 24 milhões de mudas para compensar o impacto ambiental com a Olimpíada e a Paralimpíada, observaram especialistas, em entrevista à Agência Brasil.

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros