Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Aquecimento global ameaça recifes de corais em todo o mundo

Mesmo os recifes que estão em áreas mais isoladas têm sofrido com as consequências das ações humanas.


Considerados um dos mais antigos e ricos ecossistemas do planeta, os Recifes de Corais estão sob ameaça, até mesmo os que se encontram mais isolados, principalmente por causa de alterações causadas por atividades humanas. Ao analisarem mais de 1700 dados a respeito, pesquisadores americanos apontam que mudanças climáticas e a acidificação das águas marinhas são os principais causadores da perda de biodiversidade e do branqueamento dos Recifais.

O biólogo João Alberto dos Santos explica que o aquecimento dos oceanos provoca uma espécie de estresse nos corais, que acabam expelindo as algas que os habitam e, consequentemente, causando o branqueamento da espécie. “Um dos anos mais quentes da nossa história foi o de 1998. Nessa época, em todo o mundo, observou-se uma quantidade enorme de corais branqueados”, conta o biólogo.

No Brasil, por quase três mil quilômetros, Recifes de Corais se concentram especialmente entre a costa do estado do Maranhão e o Sul da Bahia. “São os únicos presentes no Atlântico Sul”, diz Santos. E pelo apelo de sua beleza natural, eles são alvos constantes da exploração do turismo e de mergulhadores. Mas, para protegê-los, há quase 15 anos foi criada pelo governo, entidades não governamentais e até estrangeiras, a Campanha Conduta Consciente em Ambientes Recifais.

“São cuidados e restrições para evitar danos físicos ao ecossistema, que podem ser provocados tanto por pisoteamento como também pelo tráfego intenso de embarcações. É preciso também ter conscientização também sobre os prejuízos causados pela pesca predatória, que pode levar à redução drástica de algumas espécies mais visadas, ou a retirada de organismos marinhos como pedras e conchas. E, obviamente, que não despejem nada no local, que não poluam o ambiente”, conclui o biólogo.

Fonte: Ciclo Vivo

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros