Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Como superar a perda dos avós

Aquelas férias inesquecíveis, aquela casa com cheiro de comida boa, aquele colo onde parece que todos os problemas do mundo irão sumir em apenas um abraço... Todos temos memórias carinhosas de nossos avós. Ou pelo menos deveríamos ter, afinal, eles são exemplo de força e experiência. 

Eles são uma inspiração para nós e deveriam existir para sempre. Mas infelizmente não é assim que acontece. Eles até ficam para sempre, mas dentro de nossos corações.
Perdê-los é sempre uma dor imensurável. Onde iremos aos feriados? Quem vai me contar histórias maravilhosas? E a comida, como viverei sem?

Todas essas perguntas fazemos quando eles se vão, é normal se sentir assim. O luto é triste e muito difícil, mas é importante se permitir vivê-lo.

No momento da perda, é interessante conversar com os familiares sobre o ocorrido, abraçar, chorar e rezar juntos (se você não for religioso não tem problema). Não tenha vergonha de demonstrar seus sentimentos, infelizmente todos passamos por isso e guardar as emoções pode transformar em angústia e ficar mais pesado para você no decorrer dos anos.

Com as crianças, converse abertamente, normalmente elas constroem uma forte referência de família, sabedoria e exemplo com os avós. Afinal, eles são nossos segundos pais. Elas podem querer falar dos bons momentos que viveram com o vovô e a vovó e, mesmo que isso seja difícil, tente escutá-las e compartilhe também as suas histórias.

Manter vivas as lembranças desses entes queridos pode ser uma grande homenagem, afinal, eles nos ensinaram tantas coisas positivas ao longo da vida, que merecem ser lembrados sempre com carinho e ternura.

Fonte: Parque da Colina de Águas Mornas

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros