Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Coproprietário de um jazigo: o que é?

Quando ocorre o falecimento de um parente ou amigo próximo existem algumas questões que precisam de muita atenção, além das decisões que devem ser tomadas no momento da perda, quando todos ficam fragilizados e abalados. Devido aos trâmites, muitas pessoas optam por comprar um jazigo antecipadamente, ainda em vida, evitando, assim, transtornos para os que ficam.


No momento da compra é necessário muita atenção na escolha do cemitério e com o contrato, inclusive, sobre a importância do coproprietário. É essencial ler e compreender cada cláusula para evitar futuros aborrecimentos. 

O que é um coproprietário de jazigo?

O coproprietário possui os mesmos direitos do proprietário, sendo nomeado no momento da compra. É uma pessoa de extrema importância, pois é ele quem tomará as decisões referente ao uso do jazigo, na ausência do proprietário.

O momento de compra precisa ser realizado com o coproprietário definido e que o mesmo já esteja ciente das suas responsabilidades, para que ele possa tomar decisões se o proprietário estiver impossibilitado.

Quais o direitos do coproprietário?
Ele possui os mesmos direitos que o proprietário, podendo decidir sobre o sepultamento de pessoas no jazigo e exumação. Por isso é de extrema importância que o escolhido seja de confiança e possua a mesma postura em relação às decisões do jazigo.

O coproprietário só pode ser desempossado dessa posição consensualmente, desta forma, se o proprietário desejar alterar a pessoa, a mesma também precisa concordar, caso contrário não é possível realizar a troca. 

O coproprietário pode assumir o jazigo após o falecimento do proprietário?
Com o falecimento do proprietário quem herdará a titularidade serão os herdeiros já definidos no testamento ou inventário da pessoa. Sendo assim, nesta situação o coproprietário se mantém nesta mesma posição, a não ser que os herdeiros autorizem o mesmo a assumir a titularidade do jazigo.


Fonte: Parque da Colina de Águas Mornas

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros