Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Casan começa nova etapa da construção do sistema de esgoto do Campeche

A etapa consiste na instalação do emissário final, que levará o esgoto até a estação de tratamento do Rio Tavares


O sistema que envolve a construção do emissário final da rede de esgoto do Campeche, no Sul da Ilha, começa a ganhar forma a partir de hoje. Tubos com 400 milímetros de diâmetro serão enterrados entre o trevo de acesso ao Campeche e a rua Portal da Mata, trecho de um quilômetro de extensão. Essa etapa da obra deve ser entregue até o fim de maio.

O objetivo do emissário final é carregar o esgoto que sai da rede coletora do Campeche até a estação de tratamento, que está sendo construída no bairro Rio Tavares. Ainda não há prazo para a instalação dos últimos três quilômetros do emissário final, do trevo do Campeche em direção à estação de tratamento.

Eurico Luchtenberg, engenheiro civil da Casan, lembra que em alguns momentos haverá alteração no trânsito na avenida Pequeno Príncipe. “Não precisaremos fechar a avenida, mas quando for necessário as máquinas terão que ocupar um pouco do espaço da pista para conseguir realizar o trabalho”, explicou.

O estudo para a abertura do solo está pronto e, segundo o engenheiro, o único desafio da empreiteira contratada é manter intacta a rede de água potável que passará ao lado dos novos tubos para o emissário final. “Será um trabalho minucioso de soldagem dos tubos de polietileno”, completou.

Iniciada em 2008, a obra está com 55% do projeto pronto e o custo total avaliado em R$ 30 milhões. Na etapa que compreende a construção da rede coletora que está interligada às casas, a Casan já entregou 75% do projeto.

Das casas, o esgoto será enviado para a “caixa de carga”. Segundo Eurico, essa obra assemelha-se a uma cisterna. “A caixa fica em uma parte mais alta, na rua do Pontal da Mata.

Ela é quem recebe o esgoto e envia para o emissário final”, explicou. O emissário final enviará o esgoto para a rede de tratamento sem o uso de bombas, utilizando-se apenas da força da gravidade.

Fonte: Notícias do Dia

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros