Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Polícia Federal prende Secretario de Meio Ambiente do RS e Secretario Municipal de Meio Ambiente de POA. Em Pelotas também haverá prisões


Essa é realmente uma segunda-feira que há muito merecia existir na história da luta ecológica do RS!!!!!

A Polícia Federal desencadeou a Operação Concutare (do latim, concussão) para executar o cumprindo 29 mandados de busca e apreensão e de prisão temporária expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Entre os presos estão do secretário estadual do Meio Ambiente e ex-presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler (FEPAM/RS), Carlos Fernando Niedersberg (já afastado pelo governador); o Secretário Municipal de Meio Ambiente de POA, Luis Fernando Zachia (já afastado pelo prefeito de POA) e do ex-secretário Municipal de POA, Berfan Rosado.

Também serão presos servidores dos órgãos ambientais, consultores e empresários por envolvimento em crimes ambientais e contra a Administração Pública, nos municípios de Taquara, Canoas, Caxias do Sul, Caçapava do Sul, Santa Cruz do Sul, São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul, e em Florianópolis, Santa Catarina. Em Pelotas também será objeto de ação da Polícia Federal no combate a corrupção na administração pública ambiental.

Para o CEA não há nenhuma novidade em servidores, empresários e consultores estarem envolvidos em crimes ambientais, notadamente na emissão ilegal de licenças ambientais, já que as normas de Direito Ambiental, desde a mais simples até as mais complexas são cotidiana e impunimente descumpridas pelos órgãos ambientais, favorecendo os poluidores e consultores corruptos, como já denunciamos diversas vezes. A surpresa é ver essa exemplar tentativa da Policia Federal em buscar o respeito à lei ambiental e seu cumprimento. Esperamos assim, com essa ação, que a fase da impunidade na área das ilegalidades ambientais tenha sua continuidade interrompida. Por isso, não deve parar por aqui.

A operação conduzida pela Delegacia de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e ao Patrimônio Histórico (DELEMAPH) e pela Unidade de Desvios de Recursos Públicos da Polícia Federal no Rio Grande do Sul iniciou em junho de 2012 e conta com cerca de 150 policiais federais.

Fonte:  ONG Cea

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros