Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Uso racional de recursos marítimos reúne especialistas em Brasília

Começou nesta segunda-feira (3) a Jornada de Gerenciamento Costeiro e Planejamento Espacial Marinho organizada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).
“Essa é uma semana em que nós queremos passar o setor a limpo”, destacou o diretor do Departamento de Zoneamento Territorial da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do MMA, Adalberto Eberhard, na abertura do encontro, em Brasília.

“Nenhum assunto é proibido: precisamos trabalhar na indicação das dificuldades e dos problemas para que possamos ter uma perspectiva mínima de que mar e continente se enxergam e conversam entre si, e que as ações de um refletem sobre as ações do outro”, acrescentou Eberhard. “A zona costeira é o ponto onde se refletem os aspectos da nossa histórica incompreensão de que mar não vive sem continente e continente não vive sem mar.”

Exemplo espanhol – Na oportunidade, o conselheiro Cultural da Embaixada da Espanha no Brasil, Álvaro Trejo, relatou que as praias espanholas recebem mais de 60 milhões de turistas por ano e isso teve uma influência negativa na zona costeira, causando danos ambientais sérios. “O desenvolvimento foi anárquico, sem planejamento”, explicou. “Agora temos uma lei de ordenamento costeiro que é complicada e difícil e alguns hotéis serão destruídos.” Trejo espera que o Brasil aproveite essa ampla troca de experiências para não cometer os mesmos erros e que consiga preservar melhor a sua zona costeira.

O III Seminário Internacional Brasil-Espanha é o ponto de partida dessa semana de eventos e tem como principal objetivo promover a difusão dos resultados e aprendizados do Projeto Sistema de Modelagem Costeira (SMC-Brasil) no âmbito do acordo de cooperação técnica entre Brasil e Espanha, que se encerra após quatro anos. “O seminário nos permite fazer um grande balanço e olhar para frente, traçar os caminhos futuros”, ressaltou a gerente de Gerenciamento Costeiro do MMA, Leila Swerts.

Os eventos seguem até sexta-feira (7). Na terça-feira (4), no Seminário Nacional de Gerenciamento Costeiro, será promovida a troca de experiências entre os responsáveis pela atividade nos estados e a coordenação nacional. Isso auxiliará a orientação das ações nos próximos anos. Quarta-feira (5) acontecerá a 50ª Sessão Ordinária do Grupo de Integração do Gerenciamento Costeiro (Gi-Gerco), com a finalidade de promover uma reflexão sobre a implantação do Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro e apontar caminhos a seguir e desafios a superar.

Os últimos dois dias da Jornada, quinta e sexta-feira (6 e 7), serão dedicados ao Seminário Internacional sobre Planejamento Integrado do Espaço Marinho com a participação da Suécia, Noruega, Estados Unidos, Uruguai e México, além da Espanha e do Brasil. 

Fonte: MMA

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros