Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Greenpeace faz campanha contra construção de hidrelétrica no Rio Tapajós

Os planos do governo incluem a instalação não apenas de uma, mas de 43 hidrelétricas na região.


O Greenpeace, através da campanha Tapajós Vivo, tem coletado assinaturas para impedir projetos de construção de hidrelétricas no Rio Tapajós, um dos últimos grandes rios a correr livremente na Amazônia.

A hidrelétrica de São Luíz do Tapajós será construída no coração da floresta, em uma região de imensa biodiversidade e extrema importância para a conservação. Os planos do governo incluem a instalação não apenas de uma, mas de 43 hidrelétricas na região do Tapajós, além de outras centenas na Amazônia brasileira, o que pode comprometer o bioma como um todo. O projeto total tem capacidade instalada de 30 MW. Mas, os custos sociais e ambientais desta ideia são muito altos.

De acordo com o Greenpeace, entre os impactos já observados estão: aumento no desmatamento, redução da biodiversidade, deslocamento forçado de comunidades indígenas, abertura de estradas ilegais, problemas gerados por mineração ilegal. Além disso, obras deste porte geram aumento populacional e urbano sem planejamento, tráfico de drogas, prostituição e aumento na violência.

Diante destes impactos, a organização ambiental faz um apelo para que os brasileiros se mobilizem e mostrem que existem outras opções energéticas além das hidrelétricas.

“Você pode ajudar a manter o Tapajós vivo ao juntar sua voz em favor deste ecossistema único e frágil para protegê-lo antes que seja destruído. Precisamos combater a construção do complexo hidrelétrico do Tapajós e exigir mais investimentos em fontes renováveis e verdadeiramente limpas de energia, como a solar. Além de não destruir a Amazônia, elas podem garantir a todos nós mais autonomia na geração de energia”, diz a campanha do Greenpeace.

Para participar é muito simples, basta acessar a página do protesto e assinar a petição virtual. Mais de 65 mil pessoas já se manifestaram contra as hidrelétricas do Rio Tapajós.

Clique aqui para fazer parte deste movimento.

Fonte: Ciclo Vivo

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros