Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Entenda o que é controle biológico e como ele pode melhorar seu plantio

O controle biológico é uma das formas naturais de solucionar problemas com pragas em grandes plantações.


O Brasil é um país reconhecido mundialmente por seu agronegócio. Tanto as exportações como o comércio interno fazem do país um dos maiores produtores de alimentos ao redor do mundo. No entanto, para manter um alto nível de produção constante, é necessário o uso frequente de defensivos agrícolas, assim como de agrotóxicos e pesticidas. Mas, existem alternativas a isso.

De acordo com o especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos, algumas técnicas milenares voltaram a ser utilizadas na agricultura orgânica e convencional, além de serem tecnologicamente adaptadas para melhor atenderem a necessidade do produtor.

O que é o controle biológico?

O controle biológico é uma das formas naturais de solucionar problemas com pragas em grandes plantações. A técnica tem como base o uso de inimigos naturais das pragas, fazendo com que o equilíbrio seja adquirido sem a intervenção química e da maneira mais natural possível. Também podem ser utilizadas armadilhas naturais para o controle de pragas no cultivo protegido.

Veja um exemplo no vídeo abaixo:

Vale lembrar, que os organismos utilizados para o controle biológico variam de acordo com a necessidade da plantação. Cada planta necessita de um combatente específico, que não prejudique seu desenvolvimento e que consiga erradicar a presença de insetos, ervas daninhas ou outros tipos de doenças.

Quais organismos utilizar no controle biológico

Existem três alternativas de organismos para o controle biológico: os predadores, os parasitoides e os patógenos. Esses são animais que veem nas pragas uma presa fácil e necessária para sua sobrevivência, organismos que necessitam do hospedeiro para manter-se vivo durante um período e microrganismos que se reproduzem no interior do hospedeiro causando infecções, no caso, vírus, bactérias e diversos fungos.

Lagarta do cartucho

Por ser um grande produtor de milho, o Brasil é obrigado a lidar com duas pragas muito comuns, a lagarta do cartucho e o pulgão. Esses pequenos agentes conseguem devastar toda uma plantação, interferindo na economia e no desenvolvimento social.

O controle de lagartas e pulgões vem sendo realizado através da inserção de seus inimigos naturais como o tesourinha, além de conciliar o controle biológico a produtos orgânicos como Agree e Óleo de Neem.


Vantagens do controle biológico de pragas

O controle de pragas é necessário para que a plantação consiga desenvolver-se de maneira saudável. Contudo, inserir produtos químicos constantemente faz com que o alimento perca suas principais propriedades, oferecendo também o risco do desenvolvimento de futuras doenças em seus consumidores. O controle biológico no cultivo protegido, utiliza recursos naturais e armadilhas que não prejudicam o meio ambiente e que, em longo prazo, se apresentam mais acessíveis que os agrotóxicos. É possível associar diversos insetos em uma plantação para realizar um manejo integrado de pragas presentes naquela lavoura, tendo assim uma forma natural e mais rápida de erradicação de pragas. Abaixo um exemplo de armadilha com cola:

Desvantagens do controle biológico de pragas

Embora o controle de pragas seja uma alternativa, alguns dos organismos utilizados para combater ainda são de difícil acesso para a maioria dos produtores. Também vale ressaltar que o controle biológico não consegue garantir sozinho a erradicação total das pragas, é fundamental que a planta seja sadia para evitar pragas e doenças e o primeiro passo para tal é fazer a adubação correta do solo (clique aqui para saber mais sobre isso).

Controle biológico e a agricultura orgânica

Os danos causados pelo uso de agrotóxicos e outros produtos químicos em grande escala são incalculáveis para o solo e para o alimento. Utilizar opções sustentáveis como o controle biológico ajuda a combater pragas, além de ser muito melhor em longo prazo.

Tanto o combate de pragas natural como a agricultura orgânica vem ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro, aos poucos as técnicas com produtos químicos se tornarão ultrapassadas, inviáveis e insustentáveis para os agricultores orgânicos ou convencionais.

Fonte: Ciclo Vivo

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros