Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 20 de junho de 2017

Virada Sustentável chega a 50 mil pessoas em sua primeira edição no Rio de Janeiro

Na Semana Mundial do Meio Ambiente, a Virada Sustentável Rio 2017 provocou uma virada de consciência na população carioca. De 09 a 11 de junho, o festival realizou 435 atividades, espalhadas em 84 locais diferentes, e reuniu um público aproximado de 50 mil pessoas. A Virada Sustentável surgiu há sete anos em São Paulo, onde é realizada anualmente, e já chegou a Manaus, Salvador e Porto Alegre, entre outras cidades.


“Foi impressionante o nível de engajamento e mobilização das centenas de organizações, coletivos e projetos cariocas que participaram ativamente dessa edição, mostrando que o Rio é a ‘cidade maravilhosa’ não apenas por suas belezas naturais, mas também pela força de sua sociedade civil organizada”, afirma o jornalista André Palhano, um dos idealizadores do festival.

Com atrações culturais, música, performances, atividades zen, palestras e rodas de conversa, o festival foi realizado em diversos pontos do Centro, da Zona Sul, Zona Norte e Zona Oeste. O Parque Madureira, por exemplo, recebeu atividades como a peça “Próspero e os Orixás”, do Grupo Tá na Rua, a apresentação da Orquestra Tubônica e a intervenção urbana “Mão”. Os painéis de conhecimento com temas como igualdade de gênero, água e mobilidade urbana estavam concentrados no Museu de Arte do Rio (MAR) e no Museu do Amanhã.  A Praça Mauá ainda recebeu uma programação musical, como o “Palco Delas”, com shows de Larissa Luz, Pietá, Tais Feijão e As Bahias e Cozinha Mineira. Já a programação infantil, como o festival Mundaréu, e as atividades zen foram os destaques do Parque Lage.

As atividades da Virada Sustentável são baseadas nos temas apontados nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU (Organização das Nações Unidas), tais como Igualdade de Gênero, Erradicação da Pobreza, Boa Saúde e Bem-Estar, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Consumo e Produção Responsáveis e Água Limpa e Saneamento. Uma das ações mais relevantes da Virada no Rio foi uma projeção mapeada (mapping) relacionada aos ODS no Cristo Redentor, em parceria com o Rio Mapping Festival e a Paroquia São Jose da Lagoa. “Foi inesquecível, um verdadeiro exemplo de como a arte e o encanto podem ajudar a promover as causas de nossa sociedade”, diz a publicitaria Mariana Amaral, também idealizadora do evento.

A Inté, empresa especializada em gestão de resíduos de eventos, recolheu nos dois dias da Virada na Praça Mauá e no Parque Lage 200 quilos de recicláveis (plástico, latinhas de alumínio, papelão e garrafas Pet), 400 quilos de vidro e 150 quilos de orgânicos para compostagem. Todo o material reciclável será encaminhado para a cooperativa de Jacuiba, no município de Cachoeiras de Macacu. Os 8.000 litros de esgoto dos 25 banheiros químicos da QBan também na Praça Mauá e Parque Lage serão encaminhados para uma estação de tratamento especializada para virar água de reuso, utilizada no cultivo de mais de 800 árvores frutíferas.

O festival é realizado em parceria com PNUD e teve nesta edição o patrocínio das empresas Braskem e Ball, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e apoio institucional da EAV Parque Lage, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e seus órgãos gestores da Praça Mauá e Parque Madureira, MAR, Museu do Amanhã, Globo/Menos É Mais e Cristo Redentor.

1ª Virada Sustentável Rio de Janeiro

www.viradasustentavel.org.br/

https://www.facebook.com/viradariodejaneiro

https://www.instagram.com/viradasustentavel.rio/

https://twitter.com/viradario

www.youtube.com/ViradaSustentavel

Fonte: Envolverde

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros