Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Instituto consegue reduzir a zero o uso de copo plástico

O volume de resíduos sólidos produzidos ao redor do mundo aumenta ano a ano. Nas três últimas décadas, a geração de resíduos aumentou três vezes mais rápido que a população do planeta, com cerca de sete bilhões de seres humanos produzindo 1,4 bilhão de toneladas de resíduos sólidos por ano.


Visando reduzir os impactos que tais resíduos causam para o meio ambiente, principalmente nos oceanos, a Comissão Européia recentemente propôs diversas medidas de proibição de produtos plásticos, reconhecidamente o maior vilão quando o assunto é lixo.

A determinação se concentra, principalmente, no plástico de utensílios de pesca e nos dez produtos de único uso como cotonetes, pratos e talheres – que representam 70% de todos os resíduos marinhos.

Aqui no Brasil, de acordo com o relatório “Panorama de Resíduos Sólidos no Brasil – 2016”, da ABRELPE (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), são gerados 78,3 milhões de toneladas de resíduos por ano.

Estima-se que entre 30% e 40% destes resíduos gerados no país poderiam ser reaproveitados ou reciclados (sem considerar a possibilidade de compostagem dos resíduos orgânicos). Contudo, apenas 13% desses resíduos são de fato encaminhados para reciclagem.

Para apoiar as organizações a serem mais responsáveis ambientalmente, a Gestão Kairós atua como consultoria em diversas áreas, entre elas a gestão ambiental, realizando mapeamento, gestão e eficiência da pegada hídrica, emissões de gases do efeito estufa, resíduos e energia.

Segundo o relatório do Fórum Econômico Mundial, estima-se que em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos. Ações simples como dispensar o uso de canudos ou copos descartáveis, pode contribuir, e muito, com a preservação dos oceanos.

Entre os cases da Gestão Kairós está o trabalho desenvolvido para o Instituto Unibanco, que consumia cerca de 95 mil unidades de copos plásticos por ano e conseguiu reduzir a Zero o uso de copos. Essa iniciativa foi uma das iniciativas propostas pela consultoria dentro do trabalho de gestão ambiental realizado com o Instituto.

“Como o copo de plástico demora 400 anos para se degradar na natureza, implementamos a substituição pelo uso de xícaras entregues a 100% dos funcionários. Já os visitantes passaram a utilizar copos de mandioca que em até 3 meses viram adubo na natureza. À primeira vista essa ação parece simples, mas é realmente efetiva para as metas de sustentabilidade do Instituto, pois fez com que o uso de copos plásticos no escritório central fosse zerado”, exemplifica Liliane Rocha, CEO e Fundadora da Gestão Kairós.

Fonte: Envolverde

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros