Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 3 de março de 2015

Com elevação dos reservatórios, usinas no Rio Paraíba do Sul voltam a operar

Com o aumento do nível dos reservatórios do Rio Paraíba do Sul, as duas usinas hidrelétricas que tinham parado de gerar energia por falta d’água voltaram a funcionar.
De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a Usina de Paraibuna, no estado de São Paulo, que pertence à Companhia Energética de São Paulo (Cesp), ficou parada de 21 de janeiro a 8 de fevereiro, e a Usina de Santa Branca, também em São Paulo, pertencente à Light, fornecedora do Rio de Janeiro, ficou sem funcionar de 25 de janeiro até 19 de fevereiro.

Segundo o boletim de segunda-feira (2) da Agência Nacional de Águas (ANA), Paraibuna está com 2,05% do volume útil para geração de energia, com entrada de 63 metros cúbicos por segundo (m³/s) de água e saída de 40 m³/s. Em Santa Branca, o reservatório está com 1,22% do volume útil, com entrada de 41 m³/s e saída de 34 m³/s. O sistema de reservatórios da Bacia do Rio Paraíba do Sul está com 7,83%, somando Santa Branca, Paraibuna, Jaguari (9,65%) e Funil (34%)

Além das chuvas, que contribuíram para o aumento do nível, a vazante foi reduzida na comparação com a época em que os reservatórios atingiram o nível mais baixo. No fim de janeiro, Paraibuna estava com -0,26 do volume útil, entrada de 27 m³/s de água e saída de 50 m³/s; e Santa Branca apresentava entrada de 59 m³/s e saída de 72 m³/s , com -0,81 do volume útil. Na ocasião, o sistema estava com 0,66% do volume útil total, somando Santa Branca, Paraibuna, Jaguari (1,72%) e Funil (3,75%). 


Fonte: Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros