Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 30 de março de 2017

Jizo, o guardião das almas das crianças na cultura japonesa

Eles estão espalhados por todos os lados. Nas ruas das cidades japonesas, no interior, em cemitérios e também em templos budistas, é comum se deparar com uma estatuazinha simpática, na forma de um menino sem cabelo.
O Jizo não serve apenas como simples decoração. Ele é considerado o guardião das crianças. Nos cemitérios aparecem enfeitadas com lenços vermelhos, gorros ou roupas infantis, em sinal de agradecimento pela proteção cedida a todas as crianças.

As estátuas do Jizo, uma divindidade que protege a alma das crianças, são parecidas umas com as outras e variam apenas em tamanho e trajes

Ainda hoje, as pessoas reverenciam a divindade budista que protege os bebês que viveram por pouco tempo, amenizando o sofrimento das almas infantis. Seu culto não é uma tradição oficial, mas sim uma resposta à necessidade humana de amenizar o sofrimento das mulheres que sofrem aborto.

Fonte: Blog Turismo Cemiterial

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros