Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

‘A escola é só uma pequena parte da educação’

A psicóloga Camila Piza é uma das criadoras do livro Volta ao Mundo em 13 escolas, projeto que percorreu nove países em busca de iniciativas inovadoras de ensino. No próximo dia 31, durante sua palestra no TEDx Unisinos, a psicóloga vai compartilhar a experiência de ter conhecido de perto os objetivos, os métodos e as rotinas dessas instituições. Experiência esta que – segundo texto publicado no blog do Coletivo Educ-ação – proporcionou a percepção de que “educação, vida e autoconhecimento andam lado a lado” e que “a escola é só uma pequena parte da educação”.


A expectativa, segundo ela, é que o livro – disponível para download gratuito – abra muitas portas e janelas para aqueles que buscam uma educação com sentido e uma aprendizagem com significado. “Uma aprendizagem que proporcione mais crítica, criatividade e consistência, aproximando as pessoas de seus verdadeiros talentos”, afirma.

crédito kbuntu / Fotolia.com
Depois de passar por mais de 9 países, obra desenvolvida pelo Coletivo Educ-ação está disponível para download gratuito
A expedição, que passou por Estados Unidos, Índia, Suécia, Grã-Bretanha, Indonésia, Espanha, Argentina e África do Sul – acompanhou de perto o trabalho de iniciativas que vão desde as Escuelas Experimentales, na Argentina, que se baseia na arte e na livre expressão até a Quest to Learn, instituição localizada em Nova York que investe no aprendizado baseado em jogos. Piza explica que a ideia sempre foi buscar por uma maior diversidade entre as iniciativas. “Procuramos entender cada lugar visitado por vários ângulos, enfim, de uma maneira transversal”, declarou, ao Portal Aprendiz, a psicóloga que vai ser uma das palestrantes do TEDx Unisinos.

Das 13 escolas que serão apresentadas no livro, uma é o CPCD (Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento), em Minas Gerais e três são de São Paulo: a Politéia, o Cieja no Campo Limpo e o Amorim Lima. Neste último, as grades foram retiradas e as paredes pintadas pelos 800 alunos que, além disso, têm autonomia para definir seus roteiros de aprendizagem. Pelo fato de não haver divisão entre classes, alunos e séries, Piza acredita que o ambiente escolar pode ser enriquecido diante das diferenças e contradições e que “para causar transformação na educação, precisamos lidar com esses conflitos”.

Cada capítulo do livro será destinado a retratar essas escolas, desde suas metodologias e currículos, até as rotinas de seus professores e alunos. Ao final, o leitor encontrará ensaios de educadores como José Pacheco, fundador da Escola da Ponte, Maria Vilani, fundadora do CAPS (Centro de Arte e Promoção Social), no bairro do Grajaú, em São Paulo e Dale Stephens, criador do movimento Uncollege.

A obra foi financiada por meio da doação de R$ 56 mil na plataforma de financiamento coletivo Catarse e obteve uma parceria com a Fundação Telefônica para ser impresso.

O Coletivo Educ-ação faz parte do grupo de Antenas do Porvir. Confira matérias e artigos produzidos em parceria com o projeto:

A Magia da Green School, por Eduardo Shimahara.
A cultura do “e” no lugar da cultura do “ou”, por Carla Mayumi.

Veja também a matéria que conta o início da produção do livro:

Livro quer inspirar inovações em educação no Brasil.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros