Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 22 de abril de 2014

Cidade dos EUA deve descartar milhões de litros d’água por causa de mijão

A cidade americana de Portland (Oregon, noroeste) considera descartar 143 milhões de litros d’água potável armazenada após a difusão de um vídeo em que um adolescente aparece urinando no reservatório que a armazenava, informaram as autoridades nesta quinta-feira.


As imagens mostram um jovem de 19 anos, acompanhado de dois amigos, urinando no reservatório através de um alambrado de ferro na madrugada de quarta-feira, por volta das 01H00.

O gerente do departamento de águas de Portland, David Shaff, afirmou que 143 milhões de litros d’água terão que ser eliminados e substituídos pela água de um rio próximo, apesar de que os estudos sobre sua possível contaminação deram negativo.

“Nossos clientes esperam que sua água não tenha sido contaminada deliberadamente. Estamos dispostos a satisfazer suas exigências, ao mesmo tempo em que minimizamos os riscos para a saúde pública”, afirmou.

O porta-voz do departamento de água potável de Portland, Tim Hall, negou que as medidas adotadas sejam um desperdício.

“Cada vez que se detecta uma contaminação de origem humana na água potável, por precaução fechamos o depósito, o esvaziamos e o limpamos”, contou à AFP.

“Estamos em uma situação invejável por termos água em abundância. Nós nos desfazermos desta água não causará um problema econômico para a cidade ou nosso clientes”, argumentou Hall.

No entanto, a decisão tomada pelas autoridades de Portland surpreendeu os moradores da vizinha Califórnia, que atravessa uma das piores secas das últimas décadas.

“De verdade, autoridades do departamento de águas de Portland, precisam eliminar 143 milhões de litros de água potável pelo equivalente a uma ou duas xícaras de urina humana?”, questionou, surpreso, um leitor da versão digital do Los Angeles Times.

A polícia está revisando as imagens para decidir se entra com ações legais contra os três jovens, que foram expulsos da área próxima ao reservatório.

Fonte: Terra

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros