Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Mudança climática foi responsável pela extinção dos mamutes, diz estudo

Uma mudança no clima produzida de forma abrupta e similar a que acontece atualmente por causa da atividade humana foi responsável pela morte e extinção dos mamutes, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira (23) pela revista “Science”.
Um grupo de pesquisadores internacionais determinou que uma série de episódios curtos e rápidos de aquecimento global – conhecidos como interestadiais – aconteceu na última era do gelo do período Pleistoceno, coincidindo com as extinções maciças dos grandes mamíferos.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores, liderados por cientistas das universidades de Adelaide e de Nova Gales do Sul, ambas na Austrália, analisaram amostras antigas de DNA extraídas de fósseis, e se serviram da técnica conhecida como datação por radiocarbono.

“Este aquecimento abrupto teve um profundo impacto no clima, causando mudanças bruscas na vegetação e nas chuvas”, indicou o diretor do Centro Australiano para DNA Antigo e professor da Universidade de Adelaide, Alan Cooper.

“Mesmo sem a presença de humanos ocorreram extinções maciças. Quando acrescentamos a pressão e a fragmentação do meio ambiente causada pelos humanos às rápidas mudanças do aquecimento global, surgem questões preocupantes sobre o futuro de nosso meio ambiente”, prosseguiu Cooper.

A pesquisa começou há dez anos, quando se detectou um modelo comum em estudos de DNA antigo que sugeria que o rápido desaparecimento de espécies grandes, como os mamutes, estaria relacionado com episódios repentinos de frio.

No entanto, na medida em que a pesquisa avançou e foram analisadas mais amostras fósseis de DNA, se provou o contrário, que foi o rápido aquecimento, e não o frio, o que causou as extinções maciças durante a última era glacial.

Entre essas extinções, se destacam a dos mamutes e a das preguiças gigantes, que desapareceram há cerca de 11 mil anos, no final da última era de gelo.

“É importante reconhecer que o ser humano também teve papel importante no desaparecimento das espécies gigantes”, comentou o professor da Universidade de Nova Gales do Sul, Chris Turney.

“O aquecimento abrupto do clima causou mudanças maciças no meio ambiente que desembocaram em um processo de extinção, mas o aumento de humanos sentenciou o destino de uma população que já se encontrava sob estresse”, concluiu.

Fonte: Terra

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros