Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Água e educação ambiental terão fórum

O tema água norteará a programação do IV Encontro Formativo Nacional Integrado de Educação Ambiental para a Gestão das Águas que acontece, entre os dias 1º e 3 de setembro, na cidade de São Pedro (SP) e que contará com a presença do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e da Agência Nacional de Águas (ANA).


O evento, iniciativa da Câmara Técnica de Educação, Capacitação, Mobilização Social e Informação do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CTEM/CNRH), vinculada às diretrizes e prioridades do Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), tem como foco o diálogo e troca de experiências para a implantação de estratégias de educação ambiental e o desenvolvimento de capacidades, comunicação e mobilização social na gestão integrada de recursos hídricos.

Juventude - O papel da educação ambiental no processo de participação social na Agenda Água, inserindo neste contexto a participação da juventude, será um dos principais eixos do encontro deste ano. Neste sentido, além de uma programação focada para os jovens, também será realizada uma Conferência Livre de Juventude e Água, a primeira a ser realizada sobre o tema, que terá transmissão ao vivo, dia 2/9, às 17 horas.

As conferências livres foram criadas como forma de ampliar a participação das diversas juventudes, de forma inovadora, criativa e ativa, e fazem parte da discussão do eixo “Direito à Sustentabilidade e ao Meio Ambiente”, durante o processo da 3ª Conferência Nacional de Juventude (3ª ConfJuv).

Fórum Mundial da Água – Segundo a coordenadora de Juventude do Departamento de Cidadania e Responsabilidade Socioambiental do MMA (DCRS/SAIC/MMA), Marccella Berte, a juventude vai ser o principal foco da educação ambiental no próximo biênio, com relação aos recursos hídricos, devido ao Fórum Mundial da Água, a ser realizado em 2018, em Brasília. “Há um entendimento que esse público é estratégico. Esperamos que, nesse encontro, os jovens nos digam quais ações devem ter no Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (PNJMA) para contribuir e ampliar a participação deles na gestão dos recursos hídricos, e quais espaços de participação devem ser utilizados para compreender melhor o Plano de Recursos Hídricos, para que possam intervir e colaborar mais para o sucesso dessa agenda ambiental”, afirmou.

Importante por buscar dar reconhecimento global à temática dos recursos hídricos, o fórum é organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC – World Water Council) e o país anfitrião, ocorrendo a cada três anos, com o objetivo de aumentar a importância da água na agenda política dos governos, aprofundar discussões, trocar experiências para os atuais desafios e formular propostas concretas.

Mobilização - David Rocha, analista ambiental do Departamento de Educação Ambiental do MMA (DEA/SAIC/MMA), concorda com Marccella. Para ele, o encontro servirá como impulso inicial para aumentar a mobilização da juventude na gestão dos recursos hídricos. “O evento, que já está sua quarta edição, vem trazendo propostas interessantes para a gestão da água. No então, a participação da juventude nesse debate não tem sido representativa. Com a edição deste ano, pretendemos aproximar o tema dos jovens, e promover uma maior mobilização”, explicou.

Além deles, participarão do encontro, pelo MMA, outros representantes das secretarias de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano (SRHU), e de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do ministério (SAIC).

Para Luizio Felipe Rocha, articulador nacional da ONG Engajamundo, os primeiros passos estão sendo dados, que é a presença de fato dos jovens nos espaços de debates e decisões. “Essa gestão não se faz de imediato, ela é resultado de planejamento e implementação de políticas a médio e longo prazos. O fato é que a juventude será a mais afetada pela boa ou má gestão de tais recursos”, afirmou. Enraizar essas questões na juventude é essencial para a transição para uma sociedade baseada em um novo paradigma de sustentabilidade.

Juntamente com o Encontro será realizado, no mesmo local, o XIII Diálogo Interbacias de Educação Ambiental em Recursos Hídricos, evento voltado à educação ambiental em recursos hídricos, que vai reunir representantes (educadores, técnicos e agentes ambientais) de 21 comitês de bacias hidrográficas paulistas. 

Fonte: MMA

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros