Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 25 de março de 2013

SC: jacarés que se aproximavam de casas são recolhidos pela polícia


A Polícia Ambiental de Santa Catarina recolheu 15 filhotes de jacaré da espécie Caiman latirostris (jacaré-de-papo-amarelo) que estavam próximos à residências na praia da Armação do Pântano do Sul, em Florianópolis.

A jacaré com 1,5 metros e seus filhotes haviam sido avistados há pelo menos dez dias. A intenção da PM Ambiental era manter o grupo em um córrego que deságua em um dos mais importantes rios da região, o rio Quinca.

O problema é que a chuva intensa dos últimos dias na capital catarinense aumentou o nível da água e aproximou os jacarés das residências.

Alguns chegaram a ser vistos no quintal de uma das casas. Os moradores alegaram que a mãe estava “agressiva” quando as pessoas se aproximavam do local onde os animais descansavam.

Segundo as informações divulgadas pelo sargento Marcelo Duarte, da Polícia Militar Ambiental, a família de répteis foi retirada e ficará em um tanque mantido pelo Instituto Ekko Brasil. A ONG realiza o Projeto Lontra, no sul da cidade, e é mantida por patrocínio da Petrobrás Ambiental.

Os filhotes permanecerão lá por pelo menos 30 dias, período de separação, e depois serão soltos na Lagoa do Peri. Em Florianópolis, a presença de jacarés-do-papo-amarelo é bastante comum, incluindo em regiões próximas ao centro da cidade. Na Lagoa do Peri é registrada a maior quantidade de animais na ilha.

A fêmea encontrada na Armação mede em torno de 1,5 metro, mas a espécie pode alcançar até 2,5 metros. A gestação de uma fêmea dura de 60 a 90 dias e ela pode chocar até 60 ovos. 

Fonte: Terra

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros