Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Projeto de arborização de Porto Velho/RO substitui árvores prejudiciais a asfalto

A prefeitura de Porto Velho explicou o motivo da retirada de árvores ficus, plantadas ao longo de avenidas da capital. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), as espécies quebram calçadas, meio-fio e interferem na drenagem porque a raiz rompe as tubulações à procura de água, além de impedir a passagem da água das chuvas, contribuindo para alagações na capital. Agora, as árvores serão substituídas por espécies como oiti e ipê.


A substituição está prevista no ‘Projeto de Arborização de Espaços Públicos’ e teve início pela Avenida Tiradentes, no bairro Rio Madeira. De acordo com a Sema, a escolha da oiti se dá porque a árvore é muito usada na arborização urbana por ter uma copa frondosa, que proporciona sombra e é resistente à poluição.

Já o ipê é uma árvore ornamental para arborização urbana, de crescimento moderado a rápido, que não possui raízes agressivas. Outras espécies que serão usadas no projeto de arborização serão árvores resendá, munguba, sibipiruna, flamboyant e canafistula.

A próxima via a ser arborizada é a avenida Rio de Janeiro, que teve as árvores ficus retiradas antecipadamente para facilitar o trabalho de recuperação da tubulação, calçada e meio-fio, no trecho entre as avenidas Rio Madeira e Mamoré. 

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros