Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Marca reaproveita tecidos para confeccionar sapatos veganos

Muitas das matérias-primas usadas seriam descartadas pela indústria.


Das roupas usadas de brechós e de tecidos ecológicos à base de garrafa pet reciclada saem a matéria-prima para a fabricação de sapatos da marca Insecta Shoes. Todos os produtos são produzidos artesanalmente no Rio Grande do Sul e, em breve, uma nova unidade será inaugurada na capital paulista.

No caso dos tecidos ecológicos, a empresa utiliza tinta à base de água. O restante dos materiais utilizados são excedentes do mercado, ou seja, matérias-primas que seriam descartadas pela indústria.
Todo conceito da Insecta Shoes foi criado por Pam Magpali e Babi Mattivy. A história teve início quando as sócias decidiram firmar uma parceria entre MAG-P Shoes, que produzia calçados com excessos de couro da indústria, e o brechó Urban Vintagers. Esta primeira experiência, que deu vida à Insecta, originou a fabricação de 20 pares exclusivos que voltaram às araras do brechó. Com o passar dos meses, todo o projeto foi aprimorado e o desenvolvimento da marca aperfeiçoado com a chegada de uma nova profissional à equipe, Laura Madalosso.

De acordo com a empresa, todos os envolvidos buscam, de forma constante, eliminar resíduos e substituir materiais por alternativas 100% sustentáveis, não só nos calçados, mas em todos os aspectos do negócio. Para se ter ideia, o serviço de entrega é feito exclusivamente por meio de bicicletas nas unidades de Porto Alegre.

A Insecta Shoes disponibiliza calçados de diferentes modelos, para o público feminino, masculino, infantil e também para a terceira idade. O valor médio de um calçado da marca é de R$ 269,00. Os interessados podem efetuar as compras nas unidades de Porto Alegre (RS), em Inhotim (MG) ou por meio da loja online da marca, veja aqui.


Fonte: Ciclo Vivo

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros