Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Universalizar saneamento básico em SP exige R$ 35 bilhões, diz estudo

Estudo feito pelo Instituto Trata Brasil divulgado nesta quinta-feira (13) mostra que seriam necessários investimentos na ordem de R$ 35 bilhões para se atingir a universalização dos serviços de água tratada e esgotamento sanitário em todo o Estado de São Paulo até 2020. O Trata Brasil é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que coordena uma mobilização nacional para que o Brasil atinja a universalização do acesso à coleta e ao tratamento de esgoto.


Para tratar a água seriam necessários R$ 14,8 bilhões (42% do total) e no caso do atendimento de esgoto, de R$ 20,3 bilhões (58% do total). Por ano, seriam necessários investimentos da ordem de R$ 3,89 bilhões.

Em 2012, a Sabesp, que atende aproximadamente 27,7 milhões de pessoas (67% da população urbana do estado), investiu R$ 2,54 bilhões – ou seja, mais de 65% do investimento médio anual necessário para a universalização no Estado.

Apenas 48,1% dos brasileiros têm serviços de coleta de esgoto e somente 37,5% do esgoto do país é tratado, segundo dados do Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento.

Saúde, emprego e valorização imobiliária – Além de ter impacto direto na saúde, a universalização do saneamento básico também traria outros benefícios como a geração de empregos e a valorização imobiliária.

O saneamento ajuda a reduzir doenças como diarreias, hepatite A, dermatites, verminoses, esquistossomose, entre outras, e consequentemente, diminuir custos na rede pública de saúde. O estudo mostra que a universalização do saneamento no Estado de São Paulo reduziria em mais de 46.000 casos de diarreia ao ano para as famílias de baixa renda.

Como base no Modelo de Geração de Empregos (MGE), o estudo mostra que se houvesse o investimento de R$ 35 bilhões até 2020, seriam criados anualmente, em média, 93 mil postos de trabalho por ano. O potencial seria de serem criados 836 mil novos empregos até 2020.

A disponibilidade de saneamento acrescenta valor aos imóveis pela percepção de melhoria da qualidade de vida associada. O total de benefícios anuais da universalização de saneamento chega à cifra anual de R$ 756,4 milhões de reais de valorização imobiliária. 

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros