Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

OMS pede a líderes mundiais acordo forte contra aquecimento global

A OMS (Organização Mundial da Saúde) emitiu um comunicado pedindo aos chefes de estado que comparecerão à Conferência do Clima de Paris, a COP21, que construam um acordo forte para combater o aquecimento global.


A mudança climática, diz a organização, “ja está causando dezenas de milhares de mortes por ano”. O aquecimento global, segundo o comunicado altera a distribuição de animais vetores de doenças e intensifica ondas de calor e inundações, além de piorar a qualidade do ar, o saneamento e a nutrição.

“A OMS considera o tratado de Paris deverá ser um importante tratado de saúde pública, que tem o potencial de salvar vidas ao redor do mundo”, completou o comunicado.

No último levantamento mais preciso, realizado em 2012, estimou que 7 milhões de pessoas morreram por problemas causados pela poluição atmosférica, o maior risco de saúde ambiental do planeta.

Em cenários até 2050 nos quais o planeta não reduza a emissão de gases do efeito estufa para frear o aquecimento global, estão projetadas 250 mil mortes adicionais por malária, diarreia, hipertermia e desnutrição – causada pelo impacto do clima sobre a agricultura de subsistência. Crianças e mulheres em países pobres serão as principais vítimas.

“A Conferência sobre Mudança Climática da ONU é a hora de a comunidade de saúde emprestar sua voz ao debate climático internacional e pedir a países para se unirem e assumirem compromissos ousados para proteger nosso planeta”, afirmou o comunicado da OMS.

A declaração se seguiu a um relatório da UNISDR, agência da ONU para gerenciamento de riscos, que estimou em 146 mil as mortes por ondas de calor nos últimos 20 anos. O número de dias com temperaturas acima de 40°C devem aumentar em muitas áreas tropicais. 

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros