Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Curiosidades sobre o Cemitério da Saudade, em Campinas

O turismo cemiterial, uma modalidade turística cada vez mais em expansão no Brasil, atrai milhares de pessoas todos os anos para as necrópoles do país.
Os cemitérios brasileiros contam com um grande número de obras de arte - sobretudo esculturas - com altíssimo valor, tanto histórico quanto financeiro, e abrigam também grandes personalidades, desde políticos até artistas.

Um dos locais que recebem visitas de curiosos e estudiosos é o Cemitério da Saudade, que fica na cidade de Campinas, em São Paulo. Repleta de obras executadas por marmoristas que vieram da Itália no final do século XIX, também conta com estátuas encomendadas pelas famílias e trazidas diretamente de terras italianas.

Cemitério de Campinas tem “milagreiros” sepultados

Cenário de filme - foi utilizado na gravação de “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, longa-metragem inspirado na obra de Machado de Assis - e também de fé, o Cemitério da Saudade é um dos lugares que mais recebem velas e coroa de flores em Campinas, por conta da presença de pessoas consideradas santas pelos populares. Entre elas estão Maria Jandira e Toninho Escravo.

Segundo o livro "Muito além da Saudade", escrito pelo jornalista Élcio Henrique Ramos, e que conta a história do lugar, Maria Jandira dos Santos nasceu em 1911, que ateou fogo ao próprio corpo quando tinha apenas 23 anos. Poucos anos após sua morte, que ocorreu em 1934, romarias ao seu túmulo começaram a acontecer, e fiéis passaram a relatar milagres atribuídos à jovem.

Já Toninho Escravo, também conforme relatado no livro, faleceu em 1904, e chegou a conhecer a liberdade. Era muito amigo de seu patrão, Barão Geraldo de Rezende, e ficou conhecido como milagreiro, principalmente em causas relacionadas à doenças.

O cemitério, tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc), também tem entre seus mortos ilustres diversos membros da nobreza local, como barões e viscondessas, ex-prefeitos locais, e personalidades políticas.

Fonte: Portal Segs

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros