Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Nasa pesquisa técnicas para medir poluição do ar a partir do espaço

A agência espacial americana (Nasa) está realizando uma pesquisa com duração de cinco anos para ajudar cientistas a medir a poluição e a qualidade do ar a partir de informações e observações do espaço.

A ideia é usar satélites para analisar a qualidade do ar na parte mais baixa da atmosfera com observações espaciais.

Se os pesquisadores conseguirem observar a poluição de “cima”, eles podem fazer melhores previsões da qualidade do ar e medir de forma mais precisa os locais de origem dos poluentes, diz a agência.

Também vai ser mais fácil entender como as emissões de gases que causam as mudanças climáticas, como o CO2, variam de região para região, afirma a Nasa.

Dos aviões da agência espacial, equipados com instrumentos científicos, vão voar a partir de setembro sobre a região de Houston, nos EUA, como parte inicial da pesquisa, chamada de Discover-AQ.

O significado da sigla Discover-AQ, que dá nome à missão, pode ser traduzido para “Obtendo Informações sobre as Condições da Superfície por Observações Verticais Relevantes para a Qualidade do Ar”.

Vazios – Muitos países têm grandes “vazios” no monitoramento da poluição do ar feito no solo (a Nasa inclui os EUA nesse grupo). Os cientistas acreditam que, com o uso dos satélites, é possível obter uma visão global e mais completa da distribuição dos poluentes na superfície da Terra.

A Nasa pretende comparar três grupos de dados sobre a poluição: os coletados do solo, em Houston; dados dos aviões que vão sobrevoar a área; e informações de um conjunto de satélites de observação da Terra, o chamado “A-Train”, que vão passar sobre a área de Houston todos os dias, no início da tarde.

“Os satélites ‘A-Train’ têm sido úteis para nos dar uma visão mais geral da poluição do ar”, disse o pesquisador Kenneth Pickering, da missão Discover-AQ. “A pesquisa vai ajudar os cientistas a interpretarem melhor as informações. Também vai ajudar a melhorar a análise sobre a qualidade do ar”, ressaltou.

O “A-Train” inclui dois satélites mantidos pela Nasa, o Aura e o Aqua, que vão ser os principais utilizados na pesquisa.

Um desafio para que instrumentos espaciais (como satélites) contribuam para monitorar a qualidade do ar é distinguir a poluição próxima da superfície, onde vivem as pessoas, da poluição nas regiões mais altas da atmosfera, aponta a agência espacial. 

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros