Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Bayer pretende utilizar CO2 como matéria-prima para fabricar poliuretanos já em 2015

O gás carbônico (CO2), um dos maiores vilões do meio ambiente, poderá se tornar até 2015, um grande aliado na luta contra o aquecimento global. É o que propõe o projeto batizado de Produção dos Sonhos, idealizado pela Bayer MaterialScience e pelo Centro Catalítico (CAT), da Escola Superior Técnica (RWTH na sigla em alemão) de Aachen. 

Depois de uma série de testes, a empresa iniciou o processo de planejamento para a construção de uma unidade de produção, onde o CO2 será utilizado na fabricação de um precursor de espuma de alta qualidade, em Dormagen (Alemanha).

A Produção dos Sonhos transforma o gás carbônico em polióis policarbonato poliéter (PPPs), utilizando catalisadores desenvolvidos especialmente para garantir esta conversão – com a menor quantidade de energia de ativação possível. O objetivo é disponibilizar maiores quantidades do produto para ser comercializado a partir de 2015. Dessa forma, o resíduo – que é um dos principais responsáveis pelo efeito estufa – terá uma nova finalidade.

No total, a iniciativa conta com investimentos que chegam a nove milhões de euros. O avanço nas pesquisas relativas à utilização da tecnologia catalítica, em escala laboratorial, é resultado de trabalho feito por cientistas da Bayer e do Centro Catalítico (CAT). O CO2 utilizado na Produção dos Sonhos é proveniente de uma usina operada pela empresa de energia alemã RWE, uma das parceiras da Bayer. O projeto está em fase de testes e todo o processo já é realizado em escala técnica – ou seja, utilizando pequena quantidade de material.

Além de oferecer um novo destino ao CO2, a Produção dos Sonhos contribuirá para a redução do gás carbônico presente na atmosfera. Segundo levantamentos do Programa Ambiental da Organização das Nações Unidas (ONU), 45 milhões de toneladas de CO2 foram emitidas somente no ano de 2005, número que poderá ultrapassar a quantia de 56 milhões de toneladas em 2020. A iniciativa também posicionará o dióxido de carbono como possível alternativa ao uso do petróleo, que hoje é o principal elemento para a obtenção de carbono na indústria química.

Embora a produção industrial se inicie em 2015, a Produção dos Sonhos já chama a atenção pelo seu caráter inovador. Em 2012, o projeto recebeu o prêmio alemão “365 Landmarks in the Land of Ideas”, que reconhece ações de empresas que combinam sucesso econômico à responsabilidade social e à preservação do meio ambiente.

Sobre a Bayer MaterialScience

Com vendas de 11,5 bilhões de Euros em 2012, a Bayer MaterialScience está entre as maiores empresas de polímeros do mundo. Suas atividades de negócios são focadas na produção de materiais de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos usados no dia a dia. Os principais segmentos atendidos são o automotivo, eletroeletrônicos, construção e as indústrias de lazer e esportes. No final de 2012, a Bayer MaterialScience tinha 30 fábricas, reunindo 14.800 colaboradores em todo o mundo. A Bayer MaterialScience é uma divisão de negócios do Grupo Bayer.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros