Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Central japonesa de Fukushima admite possível vazamento de água radioativa



A operadora da central nuclear japonesa de Fukushima informou neste domingo (7) sobre uma possível fuga de água contaminada, a partir de um tanque de armazenamento, naquele que é o mais recente de uma série de problemas. O anúncio da Tokyo Electric Power (Tepco) surgiu um dia depois de a empresa ter dito que podem ter sido derramadas até 120 toneladas de água contaminada de um dos sete reservatórios subterrâneos da central, apesar de ter ressalvado que era pouco provável que a água fluísse para o mar.

Tóquio – A operadora da central nuclear japonesa de Fukushima informou hoje (7) sobre uma possível fuga de água contaminada, a partir de um tanque de armazenamento, naquele que é o mais recente de uma série de problemas. O anúncio da Tokyo Electric Power (Tepco) surgiu um dia depois de a empresa ter dito que podem ter sido derramadas até 120 toneladas de água contaminada de um dos sete reservatórios subterrâneos da central, apesar de ter ressalvado que era pouco provável que a água fluísse para o mar.

A água armazenada nos tanques é utilizada no processo de refrigeração dos reatores depois da remoção do césio radioativo. No entanto, outras substâncias radioativas permanecem. A Tepco informou ter detectado radioatividade fora do reservatório.

A série de derramamentos apareceu depois de um dos sistemas de refrigeração ter sofrido uma avaria na sexta-feira (5), a segunda no intervalo de semanas, colocando em evidência a vulnerabilidade da central. A central nuclear de Fukushima foi atingida por um terremoto seguido de tsunami, em 11 de março de 2011, no pior acidente nuclear desde o de Chernobil (Ucrânia), em 1986.. A Tepco informou ter detectado radioatividade fora do reservatório.

A série de derramamentos apareceu depois de um dos sistemas de refrigeração ter sofrido uma avaria na sexta-feira (5), a segunda no intervalo de semanas, colocando em evidência a vulnerabilidade da central. A central nuclear de Fukushima foi atingida por um terremoto seguido de tsunami, em 11 de março de 2011, no pior acidente nuclear desde o de Chernobil (Ucrânia), em 1986.

Fonte: Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros