Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Biocombustíveis têm um efeito limitado no preço dos alimentos

Um novo estudo publicado nesta quinta-feira (5) pela consultoria de energia Ecofys sugere que os biocombustíveis não são tão responsáveis pelo aumento no preço dos alimentos quanto se pensava.A pesquisa, intitulada Biocombustíveis e Segurança Alimentar: Riscos e Oportunidades, indica que o efeito da demanda de biocombustíveis até 2010 só aumentou o preço mundial dos grãos em cerca de 1% a 2%.

O relatório avalia a relação causa-e-efeito entre a produção de biocombustíveis, o preço global das commodities alimentares e as consequências para a segurança alimentar, focando em países mais pobres e em desenvolvimento.

“Esse estudo representa um grande passo para entender a inter-relação da produção dos biocombustíveis e dos preços dos alimentos. Revela o impacto limitado que a produção de biocombustíveis teve nos preços dos alimentos e reconhece a importância que os co-produtos têm em gerir a pressão do uso da terra”, colocou Carlo Hamelinck, autor do trabalho.

“[A análise] recomenda observar mais atentamente a fatores sistêmicos que, no passado, foram muitas vezes ignorados em relatórios científicos importantes sobre biocombustíveis”, acrescentou.

Fatores sistêmicos seriam, por exemplo, reservas reduzidas, desperdício de alimentos, problemas com o transporte e custos de armazenamento, e o relatório aponta que eles têm um papel muito maior no preço local dos alimentos do que o estimado anteriormente.

A pesquisa também confirma que o preço das commodities agrícolas está fortemente ligado ao preço do petróleo, e que “os biocombustíveis poderiam reduzir o aumento do preço do petróleo, e, como tal, limitar futuros aumentos no preço das commodities”.

A Ecofys acredita que essa é a primeira tentativa científica de integrar todas as forças econômicas que influenciam os preços globais e locais dos alimentos, tentando relacionar efeitos de estoques baixos com volatilidade, preços baixos dos alimentos com desperdício, impacto dos preços globais com preços locais, e efeito dos altos preços da agricultura com segurança alimentar.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros