Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Terno impede o suor para ciclistas que vão de bike ao trabalho

Com objetivo de aumentar o número de pessoas que usam a bicicleta para chegar ao trabalho, a marca de roupas masculinas Parker Dusseau desenvolveu um terno de alto desempenho que impede o ciclista de suar durante o trajeto. Além de diversas adaptações que garantem o conforto térmico dos usuários, o traje também conta com sinalizadores em diversos pontos, a fim de garantir que o ciclista seja visto nas pedaladas noturnas.


O terno especial recebeu o nome de “Commuter Suit”, e tem várias modificações em relação às versões convencionais. O tecido do traje é composto por lã – que não absorve os odores do corpo – e elastano, mesma fibra elástica utilizada nas calças legging. O paletó conta com diversas aberturas em zíper para ventilação, inclusive nas axilas, amenizando o calor do corpo e a produção de suor e odores indesejáveis.

As calças do Commuter Suit são totalmente adaptadas para a atividade ciclística, sem perder o aspecto social: a região da pélvis, por exemplo, conta com um reforço, melhorando a elasticidade e o desempenho nas pedaladas. Uma cinta fixada à calça mantém a barra presa quando o usuário quiser dobrá-la para garantir maior conforto, além de evitar o contato com a correia e não deixar o tecido molhar ao passar em pistas molhadas.

A tecnologia aplicada na produção deste tipo de roupa é uma solução que pode incentivar muitas pessoas a aderirem às bikes na rotina, principalmente no Brasil, em que o medo de chegar suado muitas vezes tem o mesmo peso do medo de sofrer acidentes no trânsito na hora de optar pelo melhor meio de transporte para ir ao trabalho. “Infelizmente, a maioria das pessoas ainda usa a reação fisiológica à atividade física (o suor) como desculpa para não abrir mão de seus carros”, declarou ao CicloVivo o ciclista Roberson Miguel.

Para completar o traje, a Parker Dusseau também desenvolveu uma linha de camisas que oferecem conforto térmico e possuem as mesmas aberturas do paletó – no entanto, os dois itens são vendidos separadamente. Quem quiser adquirir o terno especial, comercializado em azul marinho e grafite, precisará desembolsar 690 dólares (algo em torno de 1.665 reais), enquanto a camisa custa 145 dólares (cerca de 350 reais).

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros