Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 25 de abril de 2017

Marçal Filho pede presença de equipe de manutenção nos cemitérios

Túmulos dos cemitérios Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus, em Dourados, ‘desapareceram’ em meio ao matagal. Se não bastasse o mato, formigueiros estão espalhados por toda parte, provocando incômodo para quem frequenta os locais. Quem passa do lado de fora não enxerga o retrato de abandono escondido entre os muros.

“É preciso que uma equipe cuide dos cemitérios com frequência, que faça manutenção, pois a impressão é que há uma espécie de maquiagem dos locais apenas em época de Finados, em novembro, e depois disso permanecem em completo abandono”, critica o vereador Marçal Filho.

Os cemitérios Santo Antônio e Bom Jesus são públicos e estão localizados um ao lado do outro. Os dois concentram cerca de 59 mil túmulos, distribuídos em 12 hectares. “Para muitas pessoas, cemitérios são considerados como espaços sagrados. É preciso que a administração pública dê atenção para esses locais”, reiterou o vereador do PSDB.

Do lado de fora, a aparência é de cemitérios cuidados, bem como na entrada do Bom Jesus e do Santo Antônio. No entanto, basta adentrar os cemitérios para constatar matagal encobrindo os túmulos. O caso é mais problemático na parte dos fundos, já que o mato tomou conta de corredores entre as sepulturas.

Outro problema apontado por Marçal Filho é a caixa d’água. A estrutura antiga está enferrujada e provoca vazamento dia e noite, colaborando para aguaceiro e desenvolvimento ainda maior do matagal. “Inúmeras reclamações chegaram ao nosso gabinete e pedimos providência da Secretaria de Serviços Urbanos, não apenas para acabar com o matagal, mas que disponibilize equipe para fazer manutenção com frequência”, diz o vereador.

Os cemitérios particulares de Dourados, com pouco mais de 8 mil túmulos, são exemplos de manutenção e de administração. Em nenhum deles é permitido a construção de jazigos, o que amplia ainda mais a presença de gramado nos locais, sempre aparados e disponíveis para receber visitantes, diferentemente dos cemitérios públicos.

Fonte: Agora MS

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros