Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Ministério do Meio Ambiente diz que aquecimento global pode trazer ganhos econômicos

Sérgio Margulis, assessor especial do Ministério do Meio Ambiente (MMA) disse nesta quarta-feira (26) que a elevação das temperaturas no planeta pode trazer ganhos econômicos. “Tem situações em que você ganha com o aquecimento global. Às vezes, quanto maior o aquecimento, menor o impacto no PIB”, declarou o assessor durante o Fórum Latino Americano de Adaptação às Mudanças do Clima, realizado em São Paulo, na Fundação Getúlio Vargas (FGV) para discutir soluções sustentáveis para o aumento das temperaturas na Terra.

Para fundamentar seu argumento, Margulis lembrou que a elevação das temperaturas em regiões de frio intenso pode fortalecer a economia destas localidades, usando como exemplos o norte da Rússia, do Canadá e a Groenlândia. “Para alguns países, o aquecimento global não é tão ruim, pois vai aumentar a produção agrícola com o aumento das temperaturas”, afirmou.

No entanto, o próprio assessor destacou os prejuízos do aquecimento global para os brasileiros. “No país, a região Centro-Oeste será a mais afetada pelas mudanças climáticas, pois boa parte da economia local está baseada nas atividades agrícolas”, declarou Margulis. De acordo com o representante do MMA, a única cultura a não se prejudicar com o aumento das temperaturas é a cana de açúcar, pois se desenvolve em regiões mais secas.

O representante do Ministério do Meio Ambiente também disse que as emissões de gases efeito estufa causadas pelo homem têm importância fundamental para o aquecimento global, mas que a maior parte do carbono emitido na atmosfera é registrada de forma livre na natureza. “As emissões de carbono do homem são pequenas, se comparadas com os gases emitidos por fenômenos naturais, como a troca de carbono dos oceanos com o ar”, explicou o assessor.

Karen Silverwood-Cope, do departamento de Mudanças Climáticas do MMA, destacou as iniciativas de adaptação às mudanças climáticas realizadas no país. “O Brasil tem uma das melhores estruturas políticas de adaptação às mudanças do clima”, declarou. “No entanto, é fundamental que as medidas adaptativas sejam atitudes diferentes em cada local, ao contrário da mitigação dos gases poluentes”, completou Karen.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros