Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 25 de outubro de 2016

O caixão do Michael: ouro e luxo até debaixo da terra

Comemorou o feriado
dos mortos? Mesmo que a sua festa tenha sido boa de morrer, você dificilmente teve tantos motivos fúnebres para celebrar quanto essa galera aqui. Isso é… se eles estivessem vivos para poder comemorar. Confira a lista das pessoas que mais se deram bem depois de mortas!


Morto mais rico

Michael Jackson pode até ser o morto mais ilustre do ano, mas ainda não é o mais rico. Segundo a lista recém-publicada pela revista Forbes, O posto é do finado estilista Yves Saint Laurent, que esse ano faturou 350 milhões de dólares com um leilão de suas posses: obras de arte, móveis, antiguidades e por aí vai. Foi o leilão póstumo mais bem sucedido da história. Saint Laurent não viveu para ver nem para gastar o dinheiro, mas ele vai ser bem empregado em programas de combate ao vírus da Aids por seu companheiro em vida, o empresário Pierre Bergé. E se você ainda se pergunta “E o Michael?”, não se preocupe. Ele não é um presunto nada pobre: ficou em 3º lugar na lista, faturando US$ 90 milhões depois de morto e ultrapassando até Elvis Presley (55 milhões). 


Morto mais premiado

Depois de bater as botas, o diretor de arte William A. Horning, ganhou duas das estatuetas mais concorridas do cinema. Uma pelo filme Gigi (1959) e outra por Ben Hur (1960). Já  dentre os atores, só dois ganharam o prêmio e não puderam buscar porquê estavam ocupados comendo grama pela raiz: Peter Finch, em 1977 pelo filme Rede de Intrigas e Heath Ledger, que ganhou a categoria de melhor ator coadjuvante com Batman, o Cavaleiro das Trevas no início desse ano. 


Morto mais prestigiado

Nada mais comum no mundo das artes do que ficar famoso e ser reconhecido depois de bater as botas. 
Um bom exemplo é o holandês Vicent Van Gogh, que antes de morrer era um Zé ninguém. Não vendia quadro nenhum e ainda era conhecido na vizinhança como o maluco que corta a própria orelha. Mais de 100 anos depois da sua morte, ele é um dos artistas plásticos mais importantes e influentes da história da arte. 

Considerado uma das maiores influências do movimento modernista, seus quadros estão na lista dos mais caros do mundo. Um deles, retrato de Dr. Gachet, foi vendido por $134 milhões de dólares em 1990. 


Mortos mais visitados

São certamente os que vivem no cemitério Père-Lachaise, em Paris. Também pudera: tantas celebridades escolheram ser enterradas por lá que o lugar é praticamente uma calçada da fama em forma de lápides.

Dentre os restos mortais enterrados por lá estão os de Oscar Wilde, Edith Piaf, Marcel Proust e do cantor Jim Morrison, de longe o mais visitado.


Fonte: Blog do Prof José Bataier

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros