Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Empresário teria pago R$ 3 mil em propina por sepultura em 2014

Relato feito para a Polícia Civil é a primeira denúncia da venda de espaços que envolve ex-servidor comissionado do Cemitério da Saudade, em Americana

O empresário N.G, de 62 anos diz ter pago R$ 3 mil em propina, ao ex-administrador do Cemitério da Saudade, Lucas Vitareli, para obter um terreno irregular dentro do Cemitério da Saudade. O relato foi feito em um boletim de ocorrência registrado no dia 8 e mostra a negociação de espaços em corredores, para a construção de sepulturas extras. Este é o primeiro relato que envolve o diretamente o ex-comissionado com o recebimento de dinheiro em espécie. Em sua defesa, Vitareli nega ter recebido o dinheiro e diz não conhecer o empresário.

Segundo o empresário, em meados de julho de 2014 ele procurou a administração do cemitério para tentar obter uma área e conseguir sua sepultura. Aos policiais, G. disse ter pago uma taxa administrativa de pouco mais de R$ 1,3 mil para a prefeitura, além de outros R$ 3 mil diretamente ao administrador da época. Com a troca de gestão e diante da recente negativa de titularidade do terreno, o empresário resolveu procurar a polícia para registrar a comercialização do espaço.

Fonte: Revista Exame

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros