Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 1 de outubro de 2013

“Em vez de enviar soldados, enviem professores”, sugere Malala Yousafzai

Um ano depois do lançamento da Iniciativa Global Educação em Primeiro Lugar, as Nações Unidas estão pedindo mais liderança e financiamento para o setor.

Segundo a organização, no mundo todo, 57 milhões de crianças estão fora das salas de aula. A meta da iniciativa é colocar todas as crianças na escola; melhorar a qualidade do aprendizado e promover a cidadania global.

Investimento Futuro

No evento comemorativo, na sede da ONU, em Nova York, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou que a educação é um investimento essencial para o futuro.

Ban afirmou que mães que tiveram acesso à educação têm mais chances de sobreviver ao nascimento dos seus filhos. E que se todas as meninas frequentassem a escola primária, poderiam ser salvas, por ano, 189 mil mulheres.

O Secretário-Geral citou a guerra civil na Síria, que segundo ele, prejudicou a educação de 2 milhões de crianças. Ban Ki-moon relembrou ainda que teve uma infância pobre na Coreia do Sul e que deve tudo o que conquistou à educação.

Igualdade de Gênero

O ministro da Educação do Brasil acompanha o evento na sede da ONU. Em entrevista à Rádio ONU, Aloizio Mercadante destacou a importância da igualdade de gênero na educação.

“Quem estuda, escolhe o que vai ser, num país como o Brasil hoje. Quem não estuda é escolhido ou não. E no Brasil, felizmente nós nunca tivemos discriminação de sexo na escola. As mulheres hoje têm a maioria das matrículas no ensino fundamental, na universidade, na pós-graduação e no Enem, nos temos 7,2 milhões de inscritos de acesso à universidade e as mulheres são maioria. A escolaridade melhora a nutrição, melhora a parte de higiene, melhora as oportunidades de trabalho, melhora a cidadania.”

O ministro Mercadante afirma que o Brasil está contribuindo com a Iniciativa Educação em Primeiro Lugar com a construção de 9 mil creches. Deste total, 6 mil ficarão prontas até o fim do próximo ano.

Mais Livros

A adolescente paquistanesa Malala Yousafzai também participou do evento em Nova York.

Malala fez um apelo aos líderes mundias, pedindo que ao invés de enviarem armas e tanques para países que já sofrem com o terrorismo, como o Afeganistão, sejam enviados livros.

Há cerca de um ano, a estudante foi baleada na cabeça, enquanto seguia para sua casa na saída da escola, em um ataque de autoria do grupo Talebã.

O aniversário da Iniciativa Educação em Primeiro Lugar contou também com a presença do enviado especial da ONU para Educação Global, Gordon Brown; da diretora-geral da Unesco, Irina Bokova e do arcebispo emérito e ganhador do Prêmio Nobel da Paz, Desmond Tutu.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros