Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Governo da Flórida libera recurso extra de US$ 10 milhões contra o zika

O governador da Flórida, nos Estados Unidos, Rick Scott, autorizou na sexta-feira (16) uma verba adicional de US$ 10 milhões para o combate ao vírus da zika, enquanto espera que o Congresso do país tome uma decisão sobre a alocação de recursos federais.


O escritório do governador afirmou que os recursos adicionais serão utilizados para “o monitoramento e a eliminação de mosquitos, para o treinamento de técnicos em controle de mosquitos, para aumentar a capacidade dos laboratórios e para a compra de kits de prevenção contra a zika”.

Em junho deste ano, Scott recorreu a seus poderes executivos para autorizar um aporte de US$ 26,2 milhões para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika.

De acordo com o último relatório do Departamento de Saúde da Flórida (DOH, sigla em inglês), foram registrados 77 casos autóctones da zika no estado até o momento.

Além dos casos de transmissão local, foram confirmados na Flórida 650 casos de zika até a última quinta-feira (15), em pessoas que contraíram o vírus em viagens ao exterior, e 86 gestantes infectadas.

Scott disse que, depois de se reunir com congressistas federais em Washington esta semana, “já não há mais tempo para a política e os debates políticos sobre um grande esforço federal para deter a zika”, e acrescentou que a “ação federal é necessária”.

“A zika não tem partido político e eu fui muito claro no sentido de que algo tem que ser feito ainda esta semana. E, enquanto parece que isso não vai acontecer, eu não vou esperar até que o governo federal decida proteger os cidadãos da Flórida e nossos visitantes”, afirmou Scott.

O governador disse que a maior parte dos recursos de junho já foi distribuída e que o estado não pode “esperar mais tempo pela ação federal” devido ao aumento de casos autóctones e ao pedido de mais recursos por parte das autoridades locais.

“Eu vou continuar alocando os recursos que forem necessários por parte do estado e espero que os aportes federais sejam aprovados rapidamente, pois este é um assunto de alcance nacional, que se estende para muito além das fronteiras de nosso estado. A Flórida é, infelizmente, apenas o começo”, frisou Scott.

Até o último dia 14, 3.176 casos da zika tinham sido reportados nos Estados Unidos, dos quais 731 correspondem a mulheres grávidas, segundo dados das autoridades de saúde do país.

No começo do ano, o presidente Barack Obama propôs um pacote de recursos de pouco mais de US$ 1 bilhão para o combate ao vírus da zika, mas o Congresso não foi capaz de chegar a um acordo sobre o mesmo até agora.

Fonte: Ambiente Brasil

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros