Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Cemitério do Bonfim é oficialmente incluído nos roteiros turísticos e culturais de BH

A Lei 10.655/2013 reconhece importância do tradicional Bonfim, que a abriga túmulos de importantes figuras da história nacional e jazigos insculpidos por renomados artistas


O Cemitério do Bonfim, na Região Noroeste de Belo Horizonte, agora está oficialmente incluído nos roteiros turísticos e culturais do município. Entrou em vigor nesta terça-feira a Lei 10.655/2013, sancionada com o objetivo de reconhecer a importância do tradicional Bonfim, que a abriga túmulos de importantes figuras da história nacional e jazigos insculpidos por renomados artistas. 

A lei, que torna o cemitério uma atração do turística, é baseada no Projeto de Lei 15/2013 do vereador Adriano Ventura (PT). Conforme prevê a matéria, o Executivo será responsável pelo levantamento, o estudo e a identificação das personalidades, dos artistas e das obras de arte relacionados à história do necrópole para serem identificados pelos turistas. A Fundação de Parques, responsável pela administração do cemitério, elaborou um parecer para aprovação da lei e agora vai aguardar a regulamentação para determinar o que muda na rotina do cemitério. 

O prefeito Marcio Lacerda (PSB) vetou algumas das proposições do projeto como a parceria com universidades para fornecimento de estagiários para trabalhar no apoio ao turista e a criação do programa Guarda Mirim, que treinaria crianças carentes para atuar como guias no cemitério. Assim, fica instituída apenas a oficialização do roteiro para o chamado “turismo cemiterial”, prática muito comum em cidades europeias. 

O Bonfim é o primeiro e mais tradicional cemitério de Belo Horizonte. Sua história se confunde com a da própria cidade. Seu traçado foi projetado sob supervisão técnica da Comissão Construtora da Nova Capital e é semelhante ao da cidade que acabara de nascer. Os primeiros jazigos monumentais também foram feitos por artistas e ateliês envolvidos na construção de prédios públicos e residências ilustres na recém-inaugurada capital. 

Grande parte das personalidades da política mineira estão enterradas no Bonfim, entre eles os ex-governadores mineiros Silviano Brandão, Benedito Valadares, Raul Soares e Olegário Maciel, o ex-senador Bernardo Monteiro e o ex-prefeito Cristiano Machado.

Visitações

De acordo com a prefeitura, o Cemitério do Bonfim já integra o circuito turístico e cultural de Belo Horizonte, inclusive com visitas guiadas mensais, e a nova lei apenas oficializa algo que já é implementado.

Em parceria com a Fundação Municipal de Cultura e a Associação dos Amigos do Museu Histórico Abílio Barreto, foi firmado o Termo de Cooperação Cultural, para a implantação de circuito aberto à visitação em área inventariada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA/MG). A visita abrange 16 quadras e os túmulos de maior representatividade em aspectos históricos, artísticos e materiais utilizados na construção. Tal projeto foi aprovado pelo Ministério da Cultura para captação de patrocinadores por meio de incentivos fiscais.

Também em março de 2013 foi celebrado Termo de Cooperação Técnica entre a Fundação de Parques Municipais, o IEPHA e a Universidade do Estado de Minas Gerais para a realização de pesquisa histórica sobre o cemitério, visitas guiadas mensais e gratuitas, acompanhamento de visitas de grupos escolares e de pesquisadores, bem como desenvolvimento de material informativo para os visitantes. Informações sobre visitação podem ser obtidas no telefone 31-3277-5398  

Fonte: EM

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros