Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Cemitério terá a capacidade atingida ainda neste semestre

A capacidade de sepultamentos do Cemitério Municipal de Votorantim São João Batista será atingida neste primeiro semestre de 2017, segundo a Prefeitura.
A cidade, porém, ainda não tem outro cemitério público em construção, nem obras de ampliação em andamento. Segundo a administração dop ex-prefeito Erinaldo Alves da Silva, existiam negociações para adquirir outras áreas, próximas ao atual cemitério, e ampliar o espaço para novas sepulturas. Isso caracterizaria a ampliação do atual por meio de nova área anexa ao São João Batista ou novo espaço construído nas proximidades. A intenção seria que "tudo se resolva antes do esgotamento da capacidade". Contudo, a Prefeitura não informou prazos para o início das obras. O atual prefeito de Votorantim, Fernando Oliveira (DEM), diz que a questão é uma de suas prioridades.
  
O cemitério tem capacidade para 6.380 sepultamentos e a estimativa é que esse número seja atingido em poucos meses. A Prefeitura afirma que os locais em negociação seriam próximos ao atual cemitério e que a administração trabalha para solucionar o problema. Não esclareceu, no entanto, há quanto tempo tem conhecimento da data em que o limite seria alcançado, quanto tempo demoraria para o novo cemitério ficar pronto e nem onde ocorrerão os sepultamentos caso o novo local não fique pronto até o esgotamento da capacidade atual. 
  
Por meio da assessoria de imprensa, Fernando Oliveira afirmou que a questão é prioritária e que algumas áreas estariam sendo analisadas para a construção de um novo cemitério. 
  
  
Ampliações 
  
  
O São João Batista já passou por diversas ampliações ao longo de sua história, com obras nos anos de 1982, 1988 -- projeto do atual prefeito Erinaldo Alves da Silva, que estava à frente da cidade também naquele ano -- e em 1990. Em 1998, a Prefeitura já manifestava interesse em construir um novo cemitério municipal, mas a área não havia sido definida. 
  
O primeiro sepultamento registrado no livro de tombo do cemitério foi em 1949. Antes disso, no entanto, o local já havia recebido alguns sepultamentos. Na época, Votorantim ainda não tinha passado pelo processo de emancipação e a área pertencia a Sorocaba. O cemitério era descampado até 1967 quando passou por uma remodelação e ganhou muros. 
  
  
Licença 
  
  
A construção de um cemitério depende de licenças ambientais que devem ser expedidas por órgãos estaduais e municipais do meio ambiente, como a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). As diversas regras a serem cumpridas em sua construção estão definidas por resolução de 2003 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). 

Fonte: Jornal O Cruzeiro

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros