Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Psicóloga destaca a dificuldade em aceitar a morte e lidar com a perda

"Quanto mais nós vivemos, mais estamos morrendo"


A convite do Super Canal, a psicóloga Eneide Caetano, apresentadora do programa Viver Melhore exibidos nos telejornais da emissora, concedeu uma entrevista especial para falar sobre o sentimento de dor e saudade, tão presentes em muitas famílias, em especial na celebração do Dia de Finados.

A psicóloga falou sobre a dificuldade do ser humano em lidar aceitar a morte e lidar com a perda. De acordo com Eneide existem dois tipos de morte, a concreta que consiste no falecimento de pessoas e entes queridos e a morte simbólica, por exemplo, quando uma criança cresce e passa para a fase da adolescência, ela perde o momento anterior, sem chances de retorno àquela fase. “A morte faz parte da vida. Quanto mais nós vivemos, mais estamos morrendo”, salientou Eneide.

Mesmo diante da realidade e da certeza de que a morte é inevitável, o ser humano não se sente preparado para perder. A morte de um ente querido pode provocar uma dor interminável, mas que precisa ser superada, conforme aconselha a psicóloga. “A morte está o tempo todo próxima de nós. Quando aprendermos a lidar com as mortes simbólicas vamos aprender a lidar melhor com a morte concreta”, explica, salientando ainda sobre a representativa das pessoas queridas e próximas de nossas vidas que geram expectativas e quando elas morrem a dor se torna inevitável, mas precisa ser superada.

Assista à reportagem completa e saiba mais sobre as orientações da psicóloga.


Fonte: Portal TV Super Canal

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros