Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Cemitério São João Batista entra na rota dos turistas no Estado do Amazonas

Manauscult e Semulsp estudam transformar o São João Batista em um novo ponto de atração turística local


A exemplo dos mais famosos cemitérios do mundo, como o Père-Lachaise, em Paris, o Saint James, em Londres e o Recoleta, em Buenos Aires, a partir de 2017 Manaus também passará a realizar o turismo em cemitérios. O escolhido para ser o novo integrante do  roteiro turístico é o  São João Batista,  na avenida Boulevard Álvaro Maia, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul.

Repletos de obras de arte que retratam a sociedade amazonense ao longo dos anos e possuindo sepulturas de importantes personalidades da política, arte, cultura, entre tantas outras, o cemitério é um local com alto potencial par se consolidar como atrativo turístico. Para isso um projeto intitulado “Museu a céu aberto” está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). Na última sexta-feira (29),  representantes dos órgãos se reuniram para discutir os primeiros pontos para a viabilização do projeto que pretende transformar em ponto turístico o cemitério São João Batista. Na reunião foram definidos os procedimentos, custos e possibilidades para a viabilização do projeto.

De acordo com o diretor do Manauscult, João Araujo, por meio de um guia turístico as pessoas que visitarão o cemitério  poderão descobrir mais informações sobre quem está sepultado ali, o histórico, a influência e outras curiosidades das personalidades e do próprio local. “O  São João Batista pode se tornar rota alternativa por conta das lendas urbanas, mitos populares e das importantes personalidades que estão sepultadas ali, a história dessas pessoas ajuda a contar um pouco da própria história do nosso Estado”, avalia.

Araújo afirma que os roteiros estão previamente divididos em quatro estágios: Roteiro Credos Populares, Roteiro Ilustres Personagens, Roteiro Obras Arquitetônicas e Roteiro Comoção Popular. “A ideia em criar este projeto aqui é super interessante devido a quantidade de arquiteturas belíssimas e únicas, o histórico das pessoas, e das personalidades importantes. Tudo isso está em estudo, falta muito pouco para finalizarmos os roteiros, o tempo de cada e imprimi-los. Pretendemos lançar ano que vem”, revelou.

Arquitetura é um dos atrativos

O cemitério São João Batista apresenta, desde a entrada, sinais de arte que carregam parte da história de Manaus: os portões  são de ferro e foram trazidos da Inglaterra no início do século passado.

Com o advento da economia baseada na borracha, entre os anos de 1880 e 1910, crescia com uma arquitetura totalmente inglesa a exemplo do Mercado Adolpho Lisboa, no Centro, e da ponte Benjamin Constant, no bairro Cachoeirinha, Zona Sul. Inaugurado em 5 de abril de 1891, na gestão do governador Eduardo  Ribeiro - que por sinal está enterrado no local - , o cemitério São João Batista apresenta um importante valor histórico, arquitetônico, artístico e cultural para o Estado.

Fonte: Jornal A Crítica

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros