Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Quanto tempo dura o luto?

Lidar com a perda de um ente querido não é nada fácil. Infelizmente, a morte ainda é um tabu em nossa sociedade e não nos preparamos para falar sobre isso.
Há uma necessidade de estarmos sempre felizes, por isso, queremos determinar um tempo para o fim do luto. Mas, não existe um tempo cronológico para que isso aconteça. Cada enlutado passa por esse processo de uma maneira única e quem está ao redor precisa compreender que a tristeza pela perda é normal e precisa ser vivenciada.

Luto “complicado”

A tristeza do luto não é depressão e o luto não é uma doença, mas sim, um processo de entendimento da perda. Quer dizer, o enlutado precisa compreender a morte do ente querido e entender que a vida dele segue adiante. Um luto é “complicado” quando faz a pessoa adoecer ou coloca em risco a vontade de viver. Geralmente, acontece com pessoas que perdem um ente querido de maneira abrupta: acidentes, tragédias, suicídio ou a perda prematura de um filho.

Fases do luto

Muito se fala em relação às cinco fases do luto (negação, raiva, barganha, depressão e aceitação), divulgadas pela psiquiatra Elisabeth Kubler-Ross. Mas, é importante esclarecer que o enlutado pode passar por todas as fases ao mesmo tempo ou simplesmente não passar por nenhuma.

Negação: a pessoa nega a morte e evita falar sobre o assunto;

Raiva: o enlutado se sente injustiçado e não se conforma de estar passando por essa situação;

Barganha: a pessoa faz “contratos” consigo mesma, por exemplo: “Vou ter uma vida mais saudável” ou “Vou ser mais gentil”;

Depressão: nessa fase a pessoa se isola, torna-se melancólica e pode se sentir impotente diante da situação;

Aceitação: o desespero dá lugar ao entendimento da nova realidade.

Existe também o luto adiado, quando o enlutado só começa a perceber e sentir a perda após uns 15 dias. Outra situação é quando temos um familiar ou amigo muito doente e começamos a viver um luto antecipado, ou seja, começamos a nos acostumar com a ideia de não termos mais essa pessoa ao nosso lado.

Como ajudar o enlutado

A melhor maneira de ajudar alguém que está passando pelo processo de luto é ouvir. Quem está vivenciando o luto tem necessidade de falar sobre o ente querido. É normal que a pessoa repita várias vezes como foram os últimos momentos ao lado de quem partiu, falar sobre a perda faz parte do processo de aceitação da morte e é muito importante que amigos e familiares tenham paciência para ouvir.

E quando o luto acaba?

Não existe um tempo certo para superar a perda de alguém, isso depende de cada pessoa, do modo como ela enfrenta e aceita a situação. Para alguns pode demorar meses, para outros, anos. Atualmente, não se fala mais em fim do luto. Fala-se sobre o final do processo de elaboração da morte, que é o momento em que o enlutado começa a fazer planos sem a pessoa que partiu. É o entendimento de que a vida segue e que é possível voltar a ser feliz.

Fonte: Parque da Colina de Águas Mornas

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros