Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Detentos participam de projeto de reflorestamento de 4 milhões de mudas de Araucária

O projeto socioambiental da Risotolândia no Paraná, além de contribuir com a preservação do meio ambiente as atividades tem como objetivo reinserir detentos da Colônia Penal Agroindustrial do PR na sociedade através da profissionalização


Além de contribuir com o reflorestamento de Araucárias, o projeto Gralha Azul também tem como objetivo reinserir detentos da Colônia Penal Agroindustrial do Paraná na sociedade por meio do trabalho. A cada três dias de atividades nos canteiros do projeto, um dia da pena é reduzido.

O Gralha Azul começou em 2005, fruto de uma parceria entre a Risotolândia Serviços de Alimentação e a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado do Paraná. Desde o início das atividades até agora, 4 milhões de mudas já foram produzidas. A expectativa é que uma média de 15 milhões de mudas sejam cultivas pelos detentos da Colônia nos próximos anos.

Além da parceria com a Secretaria, o projeto também conta com o apoio da UFPR – Universidade Federal do Paraná, e da SPVS – Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental.

Como funciona?

Os canteiros das mudas do Gralha Azul estão localizados na Colônia Penal, no município de Piraquara, e os detentos trabalham sob a orientação de Engenheiros Florestais para cultivar as mudas até o desenvolvimento necessário para serem distribuídas. As mudas de Araucária são doadas para órgãos públicos, entidades filantrópicas e também para a comunidade visando a recuperação de áreas devastadas, dando prioridade ao estado do Paraná.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros