Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Cemitérios públicos do Rio vão ganhar 15 mil novos jazigos

As primeiras obras começaram pelo cemitério do Caju.
Reclamações de falta de vaga para sepultamento são constantes.


Obras já estão adiantadas no cemitério do Caju 

Os cemitérios públicos do Rio vão ganhar 15 mil novos jazigos, após autorização da prefeitura. As primeiras mil sepulturas serão disponibilizadas para a população já no mês de novembro. A expectativa é que, com o acréscimo, as dificuldades para esperar um ente querido - a fila de espera já chegou a 2 dias - diminuam.

As obras começaram pelo cemitério do Caju, na Zona Portuária, onde a Concessionária Reviver está construindo 10.824 sepulturas e 10.426 nichos (para a colocação de urnas). Um investimento total de mais de R$ 10 milhões.

Atualmente, por dia, são liberadas aproximadamente 200 vagas para sepultamento nos 13 cemitérios públicos, de acordo com a Secretaria de Conservação. Mas o número ainda deixa a desejar para quem necessita do serviço.

Rita de Cássia, moradora do Grajaú, reclama que o serviço de agendamento da vaga, feito pela internet, é falho e que, às vezes, as funerárias ou familiares perdem o prazo sugerido pelo sistema criado pela prefeitura, fazendo com que a espera dure até dois dias para que o entrerro aconteça.

"Minha prima faleceu e só conseguimos vaga em cova rasa, não conseguimos o sepultamento com dignidade para nosso ente querido", lamentou Rita.

Segundo as concessionárias Reviver e Rio Pax, um levantamento da prefeitura aponta que 70% dos enterros nos cemitérios públicos são feitos em um dia, 23% em dois dias e 7% em três, neste último caso por causa da liberação dos procedimentos legais.


Cemitérios do Rio têm quase 270 mil sepulturas sem recadastramento

Primeira etapa

Na primeira etapa das obras do Caju, serão 3.464 novas sepulturas e 3.588 nichos, cujas obras se realizam na Quadra 71. A previsão é que em  novembro esses jazigos já estejam concluídos e disponíveis à população.

Posteriormente, as obras de ampliação no Caju se seguem na Quadra 52 (que terá 1.424 jazigos e 1.560 nichos) e, em seguida, na Quadra 79 (com 5.936 jazigos e 5.278 nichos). São cerca de 50 funcionários trabalhando na construção das novas sepulturas, que estão sendo feitas em tamanho padrão (60cm de altura e 80cm de largura).

A Reviver informou ao G1 que projeta criar novas sepulturas nos sete cemitérios que administra, e que já está tomando as providências para dar entrada junto à Prefeitura com projetos visando a construção de mais15 mil jazigos e 13 mil nichos, somando os cemitérios da Cacuia (Ilha do Governador), Ricardo de Albuquerque e Guaratiba.

Cemitério de Inhaúma

Administrado pela Concessionária Rio Pax, o Cemitério de Inhaúma também está com obras de ampliação de jazigos. Serão 5 mil novas sepulturas e 2.500 nichos nas Quadras B3 e B4, cuja construção também se encontra em andamento.

Fonte: G1

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros