Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

ONU alerta que acidentes de trânsito matam 1,2 milhão por ano

A ONU alertou que os acidentes de trânsito matam 1,2 milhão de pessoas todos os anos no mundo e deixam 50 milhões de feridos, muitos ficam com deficiências pelo resto da vida.

A declaração do Secretário-Geral, Ban Ki-moon, foi feita para marcar o Dia Mundial em Memória às Vítimas dos Acidentes nas Estradas, este domingo, 17 de novembro.

Segurança nas Estradas

Ban pediu uma ação urgente dos países para melhorar a segurança nas estradas num esforço para salvar milhões de vidas.
Segundo ele, a iniciativa faz parte da futura agenda de desenvolvimento, que terá a segurança nas estradas como um componente vital para melhorar a saúde e salvar vidas nos próximos anos.

Estatísticas

O chefe da ONU afirmou que por trás das estatísticas estão pais, crianças, irmãos e amigos em luto. O sofrimento dessas pessoas, segundo Ban, não é apenas emocional.

Ele explicou que os acidentes de trânsito causam um choque financeiro profundo, com muitas famílias sendo levadas à pobreza pela perda do principal provedor ou pelos custos associados ao tratamento.
Ban elogiou o fato de vários governos terem concordado com o plano “Década de Ação para a Segurança nas Estradas 2011-2020″, que tem como objetivo salvar 5 milhões de vidas.

Ações Positivas

O Secretário-Geral citou ações positivas tomadas por várias cidades para melhorar a segurança de pedestres e ciclistas. Ele mencionou a construção de calçadas e travessias e a instalação de postes de luz.

Ban elogiou também a adoção de leis contra os motoristas que dirigem embriagados, que não usam cinto de segurança e as legislações que proíbem o envio de mensagens eletrônicas pelo telefone celular enquanto a pessoa estiver na direção.

Outros avanços citados pelo chefe da ONU foram a criação de áreas especiais somente para pedestres e a modernização dos centros médicos de trauma-ortopedia para tratar das pessoas feridas em acidentes de trânsito.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros