Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Passeio por cemitério conta história de personalidades do Maranhão

Comemorando 10 anos,‘Cemi Tour’ busca prestigiar cultura maranhense.
Encenações foram acompanhadas por músicos com violino, violão e flauta.


Um passeio pela história do Maranhão dentro do Cemitério do Gavião, fundado em 1855, localizado no bairro da Madre Deus, em São Luís. O ‘Cemi Tour’ completou dez anos em 2015 e teve mais uma edição realizada na manhã desta quinta-feira com a participação de atores para encenar situações inspiradas em personalidades maranhenses que estão sepultadas no cemitério.

O idealizador do passeio é o turismólogo Antônio Noberto. Ele ressalta a importância do evento para o próprio maranhense ter conhecimento maior de sua história. Nesta edição, quatro atores e dois filhos de um dos homenageados fizeram as encenações, que foram acompanhadas por músicos com violino, violão e flauta.

“É uma tentativa de ver melhor sobre o ser humano, ter uma melhor visão sobre a própria morte. Queremos mostrar que na vida, a dor e o prazer tem que andar juntos. Precisamos prestigiar nossa cultura e o cemitério também é lugar de cultura”, contou Noberto.

A primeira parada foi no túmulo de Aluísio de Azevedo. Nascido em 1857, morreu na Argentina aos 56 anos. Romancista, jornalista, caricaturista, entre outros atributos, Aluísio foi o autor de obras importantes da literatura brasileira como ‘O Cortiço’, ‘O Mulato’ e ‘Uma lágrima de mulher’.  O ator Luan Paiva aproveitou um trecho da obra O Cortiço para apresentar Aluísio aos presentes.

O passeio musicado passou também pelo túmulo Joaquim de Sousa Andrade mais conhecido como Sousândrade. Autor de ‘O Guesa Errante’, Sousândrade teve destaque também por outros aspectos.
Foi o criador da bandeira do Maranhão. Visitou vários países com destaque para a França e principalmente Estados Unidos. Nascido na cidade de Guimarães-MA, morreu aos 68 anos em São Luís. Seus últimos dias de vida foram na pobreza e considerado louco com sua obra desvalorizada.

Bandeira Tribuzzi, o autor do hino de São Luís chamado de Louvação a São Luís e fundador do Jornal O Estado do Maranhão também teve sua história resumida aos visitantes.
Zequinha de Coxinho e Gilberto de Coxinho fazem os presentes lembrarem de um ícone da cultura popular do Maranhão (Foto: João Ricardo/G1)
Zequinha  e Gilberto de Coxinho lembram
de ícone da cultura popular (Foto: João Ricardo/G1)
O cantador de bumba-meu-boi Coxinho teve toadas cantadas pelos próprios filhos, que carregam o nome do pai. Zequinha de Coxinho e Gilberto de Coxinho, como preferem ser chamados, vestem as indumentárias, levam o macará e o pandeirão e fazem os presentes lembrarem de um ícone da cultura popular do Maranhão.

“É muito bom participar dessa forma de homenagem, pois é bom pra gente também. Toda vez que a gente participa, estamos visitando nosso pai”, disse Gilberto.
O carnavalesco Joãosinho Trinta, que teve destaque em escolas de samba enredo do Rio de Janeiro, e o ex-governador Benedito Leite também foram destacados no passeio.

Emoção
No passeio, o ponto alto foi o momento de falar de Maria Aragão. A atriz Maria Ertel já foi professora. Aposentou-se e resolveu se dedicar a outra paixão, a arte cênica. Participou de documentários, curtas no Maranhão e no Rio de Janeiro. Não foi a primeira vez que ela interpretou a médica e ativista política, mas foi sua estreia no passeio feito no cemitério.

A interpretação que arrancou aplausos do público, emocionou a própria atriz. “Fui amiga de Maria Aragão. Acompanhei a militância dela e muita gente que também a conheceu elogia a nossa interpretação pela semelhança. Chego a me emocionar quando lembro da história de uma mulher que foi perseguida, mas não desistiu”, declarou com lágrimas nos olhos.

Assim como na encenação de Joãosinho Trinta teve confete e serpentina em pleno cemitério, após a apresentação sobre Maria Aragão, a plateia jogou pétalas de flores e cantou Oração Latina, de César Teixeira. Não há datas para os próximos passeios, mas existe a possibilidade de, pelo menos, mais um ser realizado ainda este ano.

Fonte: G1

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros