Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Arqueólogos descobrem 12 cemitérios de 3.500 anos no Egito

Governo espera que descoberta recupere o turismo no país


Arqueólogos suecos descobriram uma dúzia de cemitérios na província de Aswan, no sul do Egito, anunciou nesta quarta-feira o Ministério de Antiguidades egípcio. De acordo com análises nos vestígios de corpos humanos e animais, os sepultamentos datam de 3.500 anos atrás, do período do Novo Império.

Os cemitérios foram encontrados na região de Gebel el-Silsila, no norte de Aswan, e devem ter sido utilizados durante os reinos dos faraós Tutmés III e Amenófis II. A expectativa dos pesquisadores é que as tumbas ajudem no entendimento do tratamento de dentes no Egito antigo e recupere o turismo no país, afetado por ataques terroristas e pela convulsão política que derrubou Hosni Mubarak do poder em 2011.


Imagem mostra um dos cemitérios descobertos nas escavações - HANDOUT / REUTERS
De acordo com o ministério, alguns dos cemitérios eram destinados exclusivamente para animais, com uma ou duas câmaras com caixões de pedra ou argila. Totens e escorpiões também foram encontrados.


Uma estátua de escaravelho está entre as peças encontradas nos cemitérios - HANDOUT / REUTERS

Análises iniciais revelaram corpos humanos completos, assim como evidências de desnutrição e ossos quebrados, provavelmente em decorrência do trabalho pesado. Estudos aprofundados devem revelar a posição social dos mortos e o propósito dos cemitérios.

A expedição da sueca Universidade Lund começou em 2012. Em 2015 eles descobriram os restos de um antigo templo, também em Gebel el-Silsila.

Fonte: O Globo

Eco & Ação

Ecologia

Loading...

Postagens populares

Parceiros